Última modificação em 24 de setembro de 2020

O que é Market Timing?

O market timing pode ser definido como uma estratégia de tomada de decisões de compra ou venda de ativos financeiros com base em métodos preditivos. Entre as ferramentas de análise se incluem os estudos de dados econômicos e os indicadores técnicos, que permitem verificar a movimentação do mercado.

É o oposto de uma estratégia passiva na qual os investidores compram títulos e os mantêm por um longo período, independentemente da volatilidade do mercado.

Muitos investidores e analistas avaliam que é praticamente impossível prever o comportamento do mercado financeiro, enquanto alguns traders acreditam que essa análise permite tomar decisões de investimento mais assertivas. 

O que pode ser dito, com certeza, é que mesmo os investidores mais experientes podem ter certa dificuldade em acompanhar o mercado de forma consistente e bem-sucedida no longo prazo


Princípios básicos do Market Timing

O market timing e outras estratégias de negociação de curto prazo são usadas com certa frequência por investidores e gerentes de portfólio, que analisam gráficos e previsões econômicas para decidir o melhor momento de comprar ou vender ativos financeiros.

Obivamente, investidores que não podem acompanhar a movimentação do mercado diariamente devem evitar comprar ativos ações se baseando apenas no market timing e investir com foco maior em médio e longo prazo.

Embora esses investidores possam deixar de lucrar ao não considerar a volatilidade e não cronometrar os ativos é preciso considerar que pode ser extremamente difícil avaliar como o mercado de ações se comportará nos próximos dias e descobrir quais investimentos terão melhor desempenho.

No entanto, o market timing pode proporcionar ganhos consideráveis e minimizar perdas financeiras uma vez que a análise de mercado permite vender ativos antes que as ações percam valor de mercado. Além disso, ao buscar águas mais calmas, os investidores evitam a volatilidade do mercado e adquirem ativos mais rentáveis.

No entanto, para muitos investidores, os custos reais podem ser maiores que o benefício potencial de entrar e sair do mercado.

Segundo uma pesquisa realizada pela Boston Dalba, uma pessoa que investiu no Índice Standard & Poor’s 500 entre 1995 e 2014 obteve um retorno de 9,85%. No entanto, caso esse investidor tivesse perdido as 10 melhores opções de investimento durante esse período, o seu retorno cairia para 5,1%.

De fato, as maiores valorizações costumam ocorrer durante um período volátil quando muitos investidores já abandonaram o mercado.

Exemplo de Market Timing

Segundo uma estimativa da Morningstar, as carteiras [de investimentos que foram gerenciadas ativamente entre 2004 e 2014 obtiveram uma rentabilidade 1,5 menor que as carteiras gerenciadas passivamente. 

Outro artigo publicado pelo ganhador do prêmio Nobel William Sharpe e publicado pelo Financial Analyst Journal chegou a uma conclusão semelhante — o estudo tentou prever com que frequência um investidor precisa acertar as suas previsões financeiras para ter um desempenho comparável a um analista que gerencia a carteira de investimento passivamente. 

Sharpe concluiu que um investidor que emprega uma estratégia de market timing precisa estar correto 74% das vezes para garantir a boa rentabilidade dos seus investimentos. De fato, é praticamente impossível acertar sempre. 

Um estudo de 2017 do Center for Retirement Research do Boston College verificou que os fundos de investimentos que usavam estratégias de market timing de mercado tiveram um desempenho inferior ao de outros fundos em até 0,14 pontos percentuais - uma diferença de 3,8% em 30 anos.

Termo do dia

Accrual

O que é Accrual? Accrual, termo em inglês que pode ser traduzido como “acúmulo”, é usado no mundo da contabilidade em referência à maneira como receitas e…

Veja outros termos