O que é o lucro operacional?

O lucro operacional é a forma de medição do lucro cujo objetivo principal é estabelecer uma relação entre a receita de uma companhia com as suas despesas operacionais e o retorno obtido através sua atividade fim.

Para que haja lucro, no entanto, é necessário que o resultado do cálculo seja positivo. Do contrário, a empresa estará acumulando prejuízos.

Por outro lado, para que seja possível definir o lucro operacional, é obrigatório que ela tenha controle sobre as suas despesas operacionais.

Afinal de contas, esse é um dos componentes mais importantes da medição.

As despesas operacionais englobam todos os gastos que uma organização tem e que estão diretamente envolvidos na produção de um bem ou na execução de um serviço comercializados por um ela.


Qual é a diferença entre custos e despesas?

Antes de tratarmos da fórmula de cálculo do lucro operacional, temos uma pergunta: você sabe qual é a diferença entre custo e despesa?

Sabemos que, no dia a dia, ambos os conceitos são tratados como iguais. Na prática, contudo, eles são distintos.

Enquanto o custo é descrito como todo gasto que interfere diretamente na produção (ou a execução, no caso dos serviços), a despesa agrega todo o restante.

Ou seja, se um item, ao ser cortado, afeta a produção, ele é um custo; se não, é uma despesa.

São exemplos de custos: o salário dos funcionários da fábrica, a matéria-prima, a energia elétrica que mantém o maquinário funcionando. Por outro lado, o salário daqueles que estão em setores como Marketing, Financeiro e RH, o material de escritório e o cafezinho servido na recepção são exemplos de despesas.

Como é o lucro operacional é calculado?

A principal importância do lucro operacional está na sua capacidade de indicar quanto a empresa receberia se se concentrasse apenas na sua atividade-fim, sem qualquer tipo de área de apoio.

Para tanto, utiliza-se a seguinte fórmula:

Seguindo as especificações dadas na seção anterior, são inseridas no cálculo, sob a forma de despesas operacionais:

Qual é a diferença entre lucro operacional bruto e lucro operacional líquido?

Ainda que a fórmula acima seja suficiente para expressar o lucro operacional, é possível adaptá-la de duas formas.

Ao tratar de lucro operacional bruto, estamos falando de um lucro operacional que não realiza qualquer dedução nas receitas da companhia:

Já o lucro operacional líquido, por sua vez, desconta das receitas itens como os impostos e as eventuais devoluções de produtos, de modo que:

Qual é a diferença entre lucro operacional, lucro bruto e lucro líquido?

São tantas formas de se medir algo tão “simples”, que a cabeça até ameaça entrar em parafuso, certo? Mas acredite: cada uma delas é muito importante para a gestão estratégica e contábil de uma companhia.

Diferentemente dos lucros operacionais, que se concentram nas despesas, o lucro bruto e o lucro líquido lidam diretamente com os custos.

Relembrando: custos são todos os gastos que afetam a produção (ou execução) diretamente.

Eles podem se dividir entre custos variáveis (quando o aumento ou diminuição da produção também aumenta ou diminui o gasto) e custos fixos (quando essa variação não afeta o valor do gasto).

A sua fórmula geral é:

Sendo que:

Como Investir nos Melhores Fundos

Termo do dia

Backtest

O que é Backtest? Também chamado de backtesting, o backtest é um tipo de teste que se faz usando dados históricos relevantes, a fim de prever…