Open Nav Logo Mais Retorno

KYC – Know Your Client

O que é o KYC?

KYC é a sigla de “Know Your Client”, que em uma tradução direta pode ser entendido como “Conheça o Seu Cliente”. O termo se refere a um procedimento utilizado por instituições financeiras, que buscam conhecer o seu consumidor e coletar dados sobre ele. A coleta é feita para analisar os riscos das escolhas dos consumidores, minimizando riscos de fraudes.

Por meio dessa estratégia, tanto a empresa quanto o cliente passam a ter mais segurança, uma vez que com as informações do consumidor, fica mais fácil das instituições indicarem um serviço que também se enquadre na situação dele.

Para a implementação do KYC nas instituições, é necessário que elas se mantenham atentas a inúmeros fatores e buscam o máximo de dados possíveis. Isso é necessário, pois com várias informações, fica mais fácil delas traçarem os perfis dos consumidores, obtendo um resultado eficaz e diminuindo mais o número de riscos de fraudes.


Como funciona o KYC?

O KYC precisa ser implementado nas instituições e para isso é necessário seguir algumas fases. Além disso, as etapas auxiliam neste processo, uma vez que fica mais fácil de saber por onde começar.

Para a implementação do KYC também é necessário que isso passe por todos os setores e haja conhecimento de toda a equipe. A partir disso, as pessoas passam a focar mais na coleta de informações e consequentemente diminuírem os riscos dentro delas.

Além disso, alguns pontos precisam ser destacados para que a empresa consiga mantê-la segura e evitar riscos. Os principais pontos que devem ser destacados são:

  • Veto de relacionamento: A instituição deverá negar o contrato com um cliente em casos de perceber um alto risco;
  • Classificação dos riscos: É essencial que a instituição classifique os ricos para auxiliar na identificação e no grau de ameaça;
  • Conhecimento do patrimônio do cliente: Conseguir buscar informações do cliente que mostre a origem do seu patrimônio é outra forma de reduzir fraudes.

A identificação do KYC também exige a coleta de alguns documentos para confirmar a situação do cliente - seja pessoa física ou jurídica - incluindo a sua identificação nacional. Essas coletas precisam ser realizadas em meios confiáveis, além da comprovação dos documentos individuais.

Em algumas organizações é utilizado inúmeros papéis com informações dos clientes que permitem auxiliar neste procedimento. Entretanto, esse processo também pode ser feito de forma digital, ou com a coleta de biometria e reconhecimento facial.

Geralmente, todos esses dados capturados são integrados no CRM (Customer Relationship Management), que são programas corporativos que auxiliam neste processo e na organização dos documentos.

A importância do Know Your Client nas instituições

A lavagem de dinheiro infelizmente acontece, principalmente para aqueles que têm uma alta quantidade de patrimônio e estão inseridos em cargos de gestão em grandes organizações. Com isso, o KYC se tornou uma política obrigatória em instituições financeiras que focam na identidade do cliente e nos bancos.

A importância da utilização dessa política é para ela auxiliar a ter um monitoramento da identidade dos clientes e evitar riscos baixos e altos. Além disso, o KYC também auxilia no controle dos dados do cliente, - mantidos sempre atualizados - e no compartilhamento de informações do clientes com a administração central.

Avalie esse texto e nos ajude a melhorar cada vez mais.

Nos ajude a melhorar o conteúdo desse texto! Envie um complemento ou correção por aqui para deixar esse conteúdo ainda melhor. Seu nome pode ser citado como revisor desse conteúdo com a sua permissão! ;)

Envie sua sugestão