Open Nav Logo Mais Retorno

Jerome Powell

Quem é Jerome Powell?

Jerome Powell, ou simplesmente “Jay” Powell, é o atual presidente do Federal Reserve (Fed) - que é o sistema de Bancos Centrais dos Estado Unidos - cargo que ocupa desde fevereiro de 2018 por indicação do presidente Donald Trump.

Nascido em Washington, em fevereiro de 1953, Powell é bacharel em artes e política pela Universidade de Princeton. Pela Georgetown  University Law Center, se formou em Direito. Até chegar a direção do FED, Jerome Powell ocupou diferentes cargos, tanto públicos quanto no mercado.

Ele foi assessor legislativo no senado, exerceu por algum tempo a advocacia e se especializou em fusões e aquisições, tendo atuado em bancos de investimentos.

Seu primeiro cargo de destaque enquanto como colaborador da equipe econômica do governo se deu na gestão de George Bush, em 1992 , no Departamento de tesouro americano.


Trajetória profissional no mercado financeiro

Depois de um breve período advogando para a banca de advocacia Davis Polk & Wardwell no início dos anos de 1980, Powell deu início a sua trajetória no mercado financeiro. De 1984 a 1990, Powell trabalhou no Dillon, Read & Co., um famoso banco de investimentos americano. Nesse longo período, Powell esteve envolvido em atividades ligadas à financiamento, fusões e aquisições, chegando a ocupar o cargo de vice-presidente na organização.

Trajetória profissional no governo americano

Entre 1990 e 1993, Powell trabalhou no Departamento do Tesouro dos Estados Unidos. Em 1992, Powell ascendeu ao prestigiado cargo de subsecretário do Tesouro para Finanças Internas, nomeação feita pelo então presidente George W. Bush. Terminada a gestão Bush, Powell retornou para o mercado, atuando em fundos de investimento e diversos bancos.

Nomeação controversa

Em dezembro de 2011, Powell foi indicado pelo então presidente Barack Obama para o conselho de gestores do Federal Reserve. A época, a nomeação gerou grande polêmica, uma vez que Powell é historicamente ligado ao partido republicano. Essa, inclusive, foi a primeira vez que um presidente americano indica alguém do partido de oposição para um cadeira no referido conselho.

Para especialistas em política econômica, essa foi uma tentativa de criar um consenso no âmbito do conselho para a aprovação de medidas de interesse do governo. Em 2014, Jerome Powell foi reconduzido ao cargo com a aprovação do Senado americano para um mandato que vai até 2028.

Comando do FED

Em de novembro de 2017, indicou Powell a presidência do Federal Reserve, entidade que dita o compasso da maior economia do mundo. Mais uma vez a indicação teve a chancela do Senado, que aprovou o nome de Powell pelo placar de 84 x 13.

Empossado no cargo em fevereiro de 2018, Powell já coleciona embates com Trump. Em episódio recente, o presidente criticou fortemente a política de juros do FED, chegando a fazer menção direta a atuação de Jerome Powell.

 "Aqui está um cara, ninguém nunca ouviu falar dele antes. E agora, eu o fiz, e ele quer mostrar o quão duro ele é (...) Ele não está fazendo um bom trabalho”.

Powell não quis comentar de forma mais detida as declarações, mas destacou que o presidente não pode demiti-lo sem que haja fato grave a frente da gestão do FED. E assim como no caso da aprovação da indicação, uma eventual demissão também deveria ter a chancela do Senado.

Avalie esse texto e nos ajude a melhorar cada vez mais.

Nos ajude a melhorar o conteúdo desse texto! Envie um complemento ou correção por aqui para deixar esse conteúdo ainda melhor. Seu nome pode ser citado como revisor desse conteúdo com a sua permissão! ;)

Envie sua sugestão


Conheça também os termos relacionados