Open Nav

Infraestrutura

O que é Infraestrutura?

A infraestrutura de uma empresa, cidade ou país, é o conjunto de elementos essenciais que sustentam o desenvolvimento de uma instituição ou território. São sistemas e estruturas que permitem que diferentes serviços sejam prestados a consumidores e sociedade.

Em um governo, a infraestrutura tem a proposta de promover o desenvolvimento socioeconômico de uma região. No setor privado, ela permite que uma companhia cresça com equilíbrio e consistência, em que todos os setores tenham os recursos necessários para tal.

Há diversos serviços que compõem a infraestrutura, como energia, logística, telecomunicações e saneamento ambiental. Estes sistemas requerem elevados investimentos, que podem ser feitos pelo próprio governo, por meio particular ou por parcerias público-privadas.


Para que serve a infraestrutura?

 

O termo “infraestrutura de obras públicas” foi adotado pelo Painel de Pesquisa dos Estados Unidos a partir de 1987. Ele se refere a estruturas funcionais de elementos como rodovias, abastecimento de água e telecomunicações ou a um conjunto deles.

A infraestrutura tem como essência o uso de componentes físicos. Por exemplo: para o fornecimento de energia, a prestação de serviço ocorre através da hidrelétrica, as redes de transmissão, os postes e os cabos, que são os meios físicos. E esse sistema inclui o envolvimento de governos e empresas públicas ou privadas para a operação.

Outro caso seria o desenvolvimento da logística em uma região, em que são trabalhados um ou mais modais (terrestre, ferroviário, fluvial, aéreo ou marítimo). Um governo e empresas relacionadas trabalham para que as vias de acesso, manutenção e regulação ofereçam condições para que a logística contribua para a economia regional.

Infraestrutura nas empresas

Dentro das atividades de uma companhia, ela seria sua capacidade instalada, que viabiliza a operação. Aí entram equipamentos, mobiliário, ferramentas e construções, por exemplo.

Essa capacidade instalada tem custos de operação e manutenção. Se ela está em condições precárias ou é usada parcialmente, faz com que os custos reduzam o lucro.

Como funciona a infraestrutura?

As obras e serviços são financiadas pelo poder público, por uma empresa privada ou através das parcerias público-privadas. Quando há a participação de alguma instituição particular, órgãos públicos cuidam da regulamentação, supervisão e fiscalização.

Os governos municipal, estadual e federal possuem seus setores dedicados ao planejamento, onde são tratadas as ações relacionadas à infraestrutura.

A atuação do setor privado nesta área também pode ocorrer quando a empresa tem interesse de expandir suas atividades e desenvolver o mercado, mas precisa que sejam feitas melhorias na infraestrutura utilizada. Ela se compromete a fazer, seguindo as regras e regulação do governo.

Investimento em infraestrutura no mercado financeiro

Por envolver grandes investimentos e obras de longo prazo e contratos de concessão ou prestação de serviço que duram anos, investir em ativos associados à infraestrutura pode ser menos volátil.

Os rendimentos podem ser mais altos se comparados a outros setores, especialmente quando é uma área com grande potencial de melhorias no futuro. Entretanto, problemas na administração interna ou casos de corrupção podem comprometer a estabilidade das empresas.

Ao investir em companhias ligadas a setores da infraestrutura, seja como acionista, cotista de um clube ou de um fundo de investimento, o investidor deve analisar a prospecção da empresa sobre obras e ações para os próximos anos, além de acompanhar as perspectivas do mercado.

Tipos de infraestrutura

Existem quatro eixos principais que concentram os sistemas de infraestrutura. São eles:

  • Logística: envolve a mobilidade através de construção, reparos, reformas de estradas, aeroportos, ferrovias, portos e hidrovias. Seu principal peso para a economia é o transporte de mercadorias, que pode elevar os custos de operação quando vira um gargalo.
  • Saneamento: fornecimento de água, coleta e tratamento de esgoto e coleta de lixo são alguns dos serviços, que contribuem para a prevenção de doenças e melhora da qualidade de vida. Por outro lado, quando obras de manutenção estão defasadas, como conserto de vazamentos, geram desperdício de recursos naturais e financeiros.
  • Energia: é o ponto central para a atividade de indústrias, empresas e residências. Os serviços deste sistema incluem a geração de energia elétrica, distribuição e manutenção das redes.
  • Telecomunicações: envolve o consumo de internet e transmissões de comunicação, como rádio, telefone, TV, etc.

Grupos de infraestrutura

Os serviços que compõem os sistemas acima integram alguns grupos:

  • Infraestrutura flexível: são as instituições dos sistemas que basicamente fazem a prestação de atendimento. É o caso de órgãos do governo, sistemas de educação, saúde e de justiça, além de instituições financeiras;
  • Infraestrutura rígida: trata-se dos sistemas físicos para que os serviços sejam prestados, como estradas e os meios relacionados (veículos, plataformas de petróleo e refinarias, etc.);
  • Infraestrutura crítica: são os elementos tidos como essenciais pelo governo, o que pode incluir agricultura, saúde pública e disposição de resíduos, por exemplo.

Infraestrutura verde

Também existe a chamada infraestrutura verde, que pode atuar sobre os demais sistemas, de forma generalizada pela proposta que traz.

De acordo com a Agência Europeia do Ambiente (AEA), ela integra serviços que gerem impactos sociais, ambientais e econômicos mais expressivos quando comparados com a chamada infraestrutura cinzenta.

Avalie esse texto e nos ajude a melhorar cada vez mais.

Nos ajude a melhorar o conteúdo desse texto! Envie um complemento ou correção por aqui para deixar esse conteúdo ainda melhor. Seu nome pode ser citado como revisor desse conteúdo com a sua permissão! ;)

Envie sua sugestão


Conheça também os termos relacionados