Open Nav Logo Mais Retorno

High Grade

O que é High Grade?

High Grade poderia ser traduzido para "alto grau" ou, de maneira mais prática e objetiva, uma alta classificação dentro do mercado financeiro, especialmente relacionado a títulos, países e fundos de investimentos.

Quando falamos sobre esse grau, a questão é basicamente a confiança que esses investimentos possuem no que diz respeito ao seu risco de inadimplência. Quanto melhor a classificação, menor esse risco.

Para que isso fique mais claro, vamos a uma breve explicação sobre o rating de crédito.

O que é o rating de crédito?

O rating de crédito é uma forma de classificar instituições, países e investimentos sobre o seu risco de crédito. Ou seja, trata-se de uma avaliação sobre a confiabilidade de que o investidor receberá o que for acordado ao alocar seu dinheiro.

Para isso, algumas instituições especializadas em risco de crédito se utilizam de critérios para classificar o emissor de um título em relação à confiança de honrar os compromissos assumidos junto aos seus investidores.

Assim que há uma definição desse ranking, as instituições recebem uma nota em função disso. As avaliações começam em AAA (melhor) e podem ir até D na escala. Essa é uma forma de facilitar uma tomada de decisão por parte de quem deseja investir versus o risco de inadimplência que o emissor do título oferece.


Qual é a avaliação de um emissor de título High Grade?

 

Por High Grade, a referência está sempre nas instituições com maior confiabilidade e credibilidade no mercado. Elas geralmente são classificadas com notas "AAA", "AA+", "AA" ou "AA-".

Esses são os emissores com maior confiabilidade do mercado, indicando que os compromissos assumidos serão honrados no que se refere à valores e prazos.

Claro que a classificação por si só não garante risco zero, pois ele sempre existe. No entanto, a chance de algo relacionado a crédito ser uma dor de cabeça ao investidor é consideravelmente menor.

Qual a importância da classificação High Grade?

A classificação High Grade é importante para os investidores, especialmente aqueles mais conservadores e que ficam com medo de tomar um calote da empresa emissora do título.

Para os emissores, também é sempre interessante ter uma classificação alta, acima de AA. Isso transmite credibilidade e confiança ao mercado e faz com que esses títulos não precisem de rentabilidade tão alta, já que o risco de crédito é um dos fatores que afetam a taxa oferecida.

Quais são os tipos de emissores que podem ser classificados como High Grade?

Como você viu até aqui, High Grade é o nome dado aos emissores de títulos confiáveis. Eles podem aparecer em diferentes cenários, especialmente para títulos, países e nomenclatura de fundos.

Títulos

O uso mais comum do rating das empresas que avaliam crédito é para títulos de dívida. Assim, servem muito bem como ferramentas de análise para os investidores pensando em uma tomada de decisão.

Um rating baixo não significa necessariamente que o investimento não possa ser feito, mas sim que existe um risco adicional. E esse risco precisa ser compensado com uma taxa de rentabilidade melhor para que valha a pena.

Países

Além de títulos, os países também podem ser classificados em relação ao seu risco de crédito. O formato de classificação é o mesmo dos títulos, variando entre AAA e D.

Nomenclatura de fundos

Por fim, alguns fundos de investimentos incluem a nomenclatura High Grade no seu próprio nome. São fundos que investem apenas em títulos que recebem avaliações nos mesmos moldes dos critérios anteriores, ou seja, AA ou AAA.

São fundos confiáveis e com boa capacidade de honrar compromissos, utilizando o nome com o termo High Grade para destacar essa confiança aos seus investidores.

 

Avalie esse texto e nos ajude a melhorar cada vez mais.

Nos ajude a melhorar o conteúdo desse texto! Envie um complemento ou correção por aqui para deixar esse conteúdo ainda melhor. Seu nome pode ser citado como revisor desse conteúdo com a sua permissão! ;)

Envie sua sugestão


Conheça também os termos relacionados