Última modificação em 7 de novembro de 2019

O que é High Frequency Trading

High Frequency Trading, ou HFT, é um conceito associado ao algorithmic trading. O termo significa "negociação de alta frequência", e se refere à utilização de algoritmos poderosos, que permitem realizar a negociação de ativos financeiros de maneira automática com máxima velocidade.

É uma forma de usar a tecnologia, os "robôs", para realizar investimentos de curtíssimo prazo, com duração de segundos. Por meio do HFT, o trader lucra com variações bem pequenas no preço dos ativos, da ordem de centavos. Porém, ele acumula lucros altos graças ao fato de que o algoritmo é capaz de realizar um volume muito alto de investimentos.

Surgimento do High Frequency Trading

Pode-se dizer que o surgimento do HFT foi um desenvolvimento do processo de modernização de sistemas nas Bolsas de Valores. Tais sistemas permitem receber e executar as ordens de compra e venda dos investidores de maneira mais ágil e eficiente.

Com isso, abriu-se uma porta para utilizar esses sistemas para otimizar a própria atividade de trading, usando a tecnologia como aliada.

É claro que não basta contar com a tecnologia; o investidor que aposta em HFT precisa ter uma estratégia para obter resultados positivos com ele.

Apesar de recente, estimativas dão conta de que mais de 70% das negociações realizadas no mercado financeiro dos EUA são realizadas em High Frequency Trading.

Características do High Frequency Trading

A definição de High Frequency Trading permite afirmar que ele reúne três características essenciais:

Tipos de High Frequency Trading

Existem diferentes tipos de negociação de alta frequência, que variam conforme a estratégia, a agressividade e a latência adotadas pelo investidor.

Softwares de High Frequency Trading

Para entrar no mundo do HFT, é preciso ter o software que permite realizar as operações de compra e venda. Na escolha do software, é importante considerar que existem opções que se baseiam em análise técnica, outras em análise fundamentalista, e outras em métodos quantitativos.

Não podemos deixar de mencionar que o software para HFT não é uma ferramenta que você instala e começa a usar. Deve-se fazer vários ajustes, configurando adequadamente o software de acordo com a estratégia de investimento, antes de realizar a primeira operação.

Além do software, uma infraestrutura de TI mais completa, com servidores e provedores de internet de alta velocidade, também são necessários para o HFT. Devido ao custo, é mais comum entre investidores institucionais.

HTF e Day Trade

O HTF é uma maneira de realizar Day Trade, já que, como visto, ele envolve trading de curtíssimo prazo. As operações envolvem a compra e a venda de um ativo dentro de uma mesma sessão da Bolsa, ou seja, em operações intraday.

Pode-se dizer que, por mais poderoso que o High Frequency Trading seja, ele não tem utilidade para investidores que seguem paradigmas de Buy and Hold ou Investimento em valor.

HFT e o Flash Crash de 2010

Em 2010, houve uma quebra das Bolsas dos EUA que durou menos de uma hora. Grandes empresas, como P&G e GE, tiveram perdas bilionárias no preço de suas ações.

Alguns especialistas afirmam que o High Frequency Trading teve boa parte da culpa por esse evento, porque suas negociações rápidas e em grande volume ampliaram a força da crise.

Riscos do HFT

Mesmo que o Hight Frequency Trading não seja responsável pelo Flash Crash, esse evento ajudou a esclarecer alguns dos riscos associados à prática.

Em primeiro lugar, o HFT aumenta a volatilidade do mercado. Em segundo lugar, os resultados de lucro do investidor são obtidos às custas de investidores menores, "peixes pequenos". E, em terceiro lugar, ele pode facilitar a manipulação ilegal do mercado financeiro.

Termo do dia

Moeda em poder do público

No estudo das políticas monetárias, o dinheiro que está nas mãos das pessoas ganha uma atenção especial. Saiba tudo sobre a moeda em poder do público!