O que são Green Bonds?

Green Bonds, também chamados de Títulos Verdes, são títulos emitidos para a captação de recursos para investimentos em projetos de sustentabilidade que visam a mitigação dos efeitos das mudanças climáticas.

Os Green Bonds são como títulos de dívidas, porém, quando um Título Verde é comprado, o dinheiro só pode ser usado por quem emite o título para financiar investimentos sustentáveis.


Compacto de Prefeitos: a origem dos Green Bonds

A iniciativa foi lançada em 2014, junto com o Compacto de Prefeitos. O evento reuniu mais de 400 cidades com o objetivo de criar ações que auxiliassem o controle do aumento global da temperatura, mantendo-o abaixo dos dois graus celsius até o fim do século.

Até 2015, 36 prefeitos brasileiros aderiram à causa. Em 2018, o valor de mercado dos Green Bonds chegou em 167.3 bilhões de dólares.

Como investir em Green Bonds?

As empresas que decidirem emitir Títulos Verdes devem enviar os projetos de captação de recursos à FEBRABAN (Federação Brasileira de Bancos) e ao CEBDS (Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável), que avaliam o propósito e o direcionamento da verba.

Depois de aprovado o projeto, os títulos são lançados ao mercado e ficam disponíveis para os investidores. O processo de compra é igual ao de investimentos tradicionais, negociadas por bancos, corretoras e instituições financeiras.

Até o momento, a única empresa brasileira a emitir esse tipo de título é a BRF, que mantém marcas como Sadia e Perdigão.

Quais os benefícios dos Green Bonds?

Como é usado o dinheiro vindo dos Green Bonds?

Segundo o manual de investimentos da FEBRABAN e CEBDS, os fins mais destinados às verbas captadas na venda de títulos verdes são:

Como Investir nos Melhores Fundos

Termo do dia

Mão Invisível

Você já viu alguém falar na mão invisível do mercado, mas não sabe o que é? Confira o significado desse termo!

Veja outros termos