Open Nav Logo Mais Retorno

G20

O que é G20

G20 é uma sigla utilizada para denominar o grupo das 19 nações com maior economia do globo, mais a União Europeia.

Essa reunião serve para analisar e discutir diversos aspectos econômicos do mundo, questões ligadas à regulação dos mercados e demais assuntos vinculados aos temas dos 20 membros.

O objetivo do G20 é promover um crescimento econômico no mundo como um todo e mais prosperidade entre as nações. O grupo foi inaugurado em 1999.

Dentro do G20, existem 5 grupos, cada qual formado por 4 nações, menos um grupo que possui 3 nações.

Segue a lista com os atuais participantes do G20:

  • África do Sul
  • Alemanha
  • Arábia Saudita
  • Argentina,
  • Austrália,
  • Brasil,
  • Canadá,
  • China,
  • Coreia do Sul,
  • Estados Unidos,
  • França,
  • Índia,
  • Indonésia,
  • Itália,
  • Japão,
  • México,
  • Reino Unido,
  • Rússia,
  • Turquia e
  • União Europeia.

Como funciona o G20

O G20, dentro de sua formação, acaba somando o G7 mais 12 outras nações, além do conselho rotativo da União Europeia, fechando dessa forma os 20 participantes.

Devido às reuniões do G20 políticas econômicas são formalizadas no fórum, fato que pode trazer certas influências ao cenário econômico de tais nações.

Consequentemente, tais medidas e acordos podem repercutir, inclusive, em nações que não fazem parte do seleto grupo.

A inauguração da reunião ocorreu em 1999 em Berlin (Alemanha). Após a crise hipotecaria norte-americana de 2008, as reuniões se tornaram anuais, com a participação das principais peças econômicas de cada país (os ministros da fazenda ou equivalentes).

De acordo com alguns estudos, os 20 participantes do G20, juntos, representam 80% de todas as transações comerciais no mundo, 85% do crescimento econômico do mundo, dois terços de toda a população do globo e metade do território mundial.

Desde 2009, o G20 vem substituindo o G8, que seria um grupo formado por aqueles países que seriam a “elite” econômica do mundo.

A substituição ocorreu após críticas sobre alguns acordos que ocorreram dentro dos países que formavam o grupo e acabaram beneficiando empresas e grandes conglomerados de tais países.

Isso sem falar em outros aspectos que eram pouco tratados, como o aquecimento global, questões sociais e até a democracia em volta do globo.

As reuniões do G20 ocorrem em países diferentes a cada ano. Em 2017 a reunião aconteceu na Alemanha; já em 2018, a reunião teve lugar na Argentina. Em 2019 a reunião será em Osaka, Japão.

A ideia de se construir uma secretaria permanente do G20 já foi ventilada entre os participantes, mas não foi uma ideia que agradou todas as nações, sendo temporariamente descartada.

Como o G20 pode influenciar o mundo

O peso dos 20 países com as maiores economias do mundo é grande, tanto nos aspectos numéricos, quanto em aspectos referentes a influência.

As políticas econômicas desses países podem influenciar de forma direta e indireta todo o globo e até as formas de negociação no mundo.

Querendo ou não, os 19 países e a União Europeia, possuem poderes de incentivar o crescimento econômico em diferentes regiões e de retardar esse processo também.

Atualmente, o G20 vem discutindo temas que vem conciliando pautas mais “brandas”, como o crescimento sustentável e questões de globalização.

Além do objetivo de promover crescimento econômico, o G20, como qualquer grupo, precisa que seus participantes sejam mais colaborativos entre eles e integrados às necessidades globais.

 

Avalie esse texto e nos ajude a melhorar cada vez mais.

Nos ajude a melhorar o conteúdo desse texto! Envie um complemento ou correção por aqui para deixar esse conteúdo ainda melhor. Seu nome pode ser citado como revisor desse conteúdo com a sua permissão! ;)

Envie sua sugestão


Conheça também os termos relacionados