Open Nav

Fórum Econômico Mundial

O que é o Fórum Econômico Mundial?

O Fórum Econômico Mundial, ou “World Economic Forum” (WEF), é uma organização sem vínculo partidário que reúne líderes mundiais de segmento acadêmico, político, empreendedor e até mesmo religioso.

O objetivo do evento é possibilitar a discussão de assuntos pertinentes à sustentabilidade global, como conflitos internacionais, divergências econômicas e problemas ambientais.

Foi fundado no ano de 1917, pelo economista e também professor Klaus Martin Schwab, e em 2020 está em sua 50a edição. O Fórum é realizado anualmente na cidade de Davos, na Suíça. 


Como funciona o Fórum Econômico Mundial?

Sem fins lucrativos ou qualquer vínculo nacionalista, o WEF está sob supervisão do Conselho Federal Suíço e é gerido pelo Conselho da Fundação, composto por aproximadamente 22 membros. Sua missão é ser compromissado com a melhoria do estado mundial.

A Organização das Nações Unidas possui maior papel representativo para o sucesso do Fórum, comumente representada pelo secratário-geral Antônio Guterres, pela alta comissária de direitos humanos, Michelle Bachelet, e pelo diretor geral do trabalho, Guy Rider.

A participação no evento acontece mediante aquisição prévia de um convite, mas também é possível acompanha-lo através dos meios de comunicação. Todos os anos, estima-se um público em cerca de 20 mil pessoas, composto por gestores de elite e jornalistas. 

Os anfitriões do Fórum possuem credencial de cor branca, enquanto jornalistas são identificados por credenciais de cor laranja. Técnicos em manutenção são identificados pela cor roxa e delegações, pela cor verde.

Quais são os temas tratados no Fórum Econômico Mundial?

Com o objetivo de entrar em acordo e sanar problemas de impacto global, líderes mundiais se reúnem anualmente e discutem alguns pontos extremamente importantes, como:

  • Meio ambiente: desmatamento, poluição oceânica, queimadas, aquecimento global, alta liberação de gás carbônico e demais riscos ambientais são assuntos debatidos durante o Fórum, principalmente por grandes ativistas, como Vanessa Nakate e Greta Thunberg;
  • Desigualdade: no quesito salarial, entre homens e mulheres, econômico e social, políticas de combate são colocadas em pauta durante os encontros na intenção de promover justiça às classes menos favorecidas;
  • Tecnologia: cobrança de imposto sob redes de comunicação, acessibilidade – ou falta dela, investimento em novos recursos, Quarta Revolução Industrial e outros aspectos correlatos também são comumente discutidos;
  • Economia: taxas de desemprego, crescimento ou desacelero do PIB, juros abusivos, rendimentos e acordos comerciais, benefícios econômicos previstos por lei, entre outros assuntos, são debatidos durante o Fórum;
  • Educação: aumento do número de profissionais no mercado, investimento na rede pública, instituições privadas, recursos didáticos, acessibilidade, emprego de novas tecnologias em sala de aula e categorias profissionais inovadoras, abrem margem para que sugestões e medidas corretivas sejam abordadas;
  • Saúde: pautas como descoberta de novas vacinas e medicamentos, estudo científico, medidas preventivas, investimento econômico e tecnológico, condições de desigualdade entre diversas classes e aperfeiçoamento de gestão, também são discutidos.

Programas e inciativas do Fórum Econômico Mundial

Durante várias edições do evento, programas e inciativas foram lançados e seguem acontecendo até hoje, como:

  • Programa Pioneiros em Tecnologia: incentiva o desenvolvimento de novas tecnologias, premiando as empresas que mais se destacam durante o ano. O projeto também integra atividades que abordam questões voltadas para o futuro em escala global, e conta com apoio de cientistas, professores, empresários e economistas;
  • Iniciativa Ambiental: lançada no ano de 2005, por governantes do Reino Unido, elaborou propostas que auxiliam na redução de gases causadores do efeito estufa;
  • Iniciativa Global de Educação: lançada no ano de 2003, por governantes de países do oriente médio, possibilitou que a tecnologia fosse implantada nas escolas mais humildes da região;
  • Iniciativa de Saúde Global: lançada no ano de 2002, por Kofi Annan, tem a missão de criar parcerias entre instituições públicas e privadas, a fim de tratar sobre doenças graves como HIV e AIDS, e melhorar os diferentes sistemas de gestão. 

Avalie esse texto e nos ajude a melhorar cada vez mais.

Nos ajude a melhorar o conteúdo desse texto! Envie um complemento ou correção por aqui para deixar esse conteúdo ainda melhor. Seu nome pode ser citado como revisor desse conteúdo com a sua permissão! ;)

Envie sua sugestão


Conheça também os termos relacionados