O que é o forecast?

Forecast é um termo em Inglês utilizado no planejamento financeiro para descrever as revisões orçamentária realizadas no decorrer do ano, com o intuito de se acompanhar o budget e realizar eventuais ajustes que garantam o seu cumprimento.

O intervalo entre as revisões no formato de forecast é definido por cada empresa, de acordo com a gestão orçamentária adotada por ela ou pelo seu segmento no mercado.

Em geral, os acertos são realizados mensal ou trimestralmente.

Ao se realizar um forecast se comparam as metas definidas no orçamento inicial com o desempenho da companhia até o presente momento – vendas, custos e despesas são apenas alguns dos elementos passíveis de medição.

Justificando o seu nome (que em tradução livre pode significar “projeção” ou “previsão”), o principal objetivo do forecast é manter a equipe de contabilidade (e a empresa, como um todo) focada na realização do que foi definido no budget, mas sem tirar os pés do chão em relação ao desenrolar da realidade. Afinal, a não ser que você possua uma bola de cristal mágica, nem sempre as projeções se cumprem totalmente.

Qual é a diferença entre o budget e o forecast?

Se toda vez que citamos o termo budget a sua cabeça entra em parafuso, não se preocupe. Vamos falar um pouco mais sobre essa ferramenta agora.

Afinal, é praticamente impossível compreender o forecast sem estar familiarizado com o budget primeiro.

Budget é outro termo em Inglês usado no meio contábil. Em Português, ele é mais comumente chamado de orçamento empresarial e é criado como uma previsão do ano seguinte para cada área (Marketing, RH, Financeiro etc.).

A partir de uma análise aprofundada do desempenho da companhia no ano anterior, das expectativas para o mercado e da estratégia empresarial (entre outros fatores), se definem metas.

As metas podem ser tanto para os custos (“só podemos gastar 100 mil reais com o Marketing Digital em 2019”), por exemplo, quanto para o faturamento (“precisamos vender ao menos 50 mil unidades do item x e faturar 1 milhão de reais com ele”).

O budget atua com uma frente média de 12 meses.

No entanto, não basta definir os objetivos orçamentários e esperar o fim desse período para descobrir se, por um acaso, eles foram alcançados.

Principalmente em um mundo de negócios tão dinâmicos, em que as dinâmicas se transformam de maneira tão veloz, é inviável atuar dessa maneira.

É por esse motivo que é realizado o forecast.

Ele atua como um acompanhamento mais frequente das metas definidas no budget.

É como aquela sua checklist de viagem, sabe? Que te ajuda a visualizar o que ainda falta colocar na mala e o que já foi empacotado, te lembrando de correr para buscar o par de meias que você já ia esquecendo.

No caso do forecast, não são meias, mas os limites estabelecidos que geralmente são esquecidos. Afinal, muitas vezes o teto orçamentário restringe e muito a viabilidade de algumas ideias e projetos que, se colocados em prática, podem destruir a saúde financeira de uma organização.

Portanto, lembre-se: o budget estabelece as metas e o forecast as acompanha de perto, na fase da execução, para garantir que tudo siga conforme o planejado.

Para que serve o forecast?

Na seção anterior demos um exemplo muito simples a respeito do forecast, mas pode ser que você ainda considere difícil compreender o conceito, se é a primeira vez que entra em contato com ele.

Para facilitar, imagine o seguinte: na segunda-feira de manhã, você tem uma reunião agendada com o seu chefe às 9h. Você mora longe do seu local de trabalho e decide sair com 2 horas de antecedência, para garantir que estará lá no horário combinado.

No entanto, assim que você acessa a avenida principal da sua cidade, percebe um enorme engarrafamento. Ao acessar a internet, descobre que ele se estende por um longo caminho à sua frente.

Qual é a diferença entre forecast e rolling forecast?

O rolling forecast é uma variação do forecast que acontece de forma mensal que combina as revisões tradicionais com a projeção do desempenho em um período superior a 12 meses.

O que isso significa?

Que os profissionais responsáveis pela realização do forecast, além de revisar a situação atual de cada área e da empresa como um todo, também criam uma projeção para o mesmo período no ano seguinte.

Ou seja, se o forecast englobar a revisão do mês de março de 2019, deve-se criar uma projeção orçamentária também para março de 2020, nessa mesma oportunidade.

Com isso, o que se espera é antecipar parte da criação do budget do próximo período, de modo a facilitar a composição do orçamento oficial ao final do período.