Open Nav Logo Mais Retorno

Fatores de Produção

O que são os fatores de produção?

São chamados de fatores de produção o conjunto de elementos considerados indispensáveis para a produção dos produtos e serviços. É a partir da reunião de todos os fatores que se cria o que conhecemos como cadeia produtiva, visto que sem eles é impossível se entregar qualquer bem.

Os fatores de produção são compostos, segundo o conceito inicial, por três itens: o capital, a terra e o trabalho. Cada um deles possui as suas características particulares, mas entende-se que compartilhem entre si três atributos principais: a adaptabilidade, a complementaridade e a substituibilidade.

Cada uma delas coopera para que os fatores de produção figurem como um elemento central dentro da teoria econômica. Isso porque são considerados o centro das próprias relações de consumo.

E conforme elas avançam, surgem defensores da extensão do termo fatores de produção para contemplar elementos como a própria tecnologia da qual já dispomos no século XXI.


Como funcionam os fatores de produção?

Como já te contamos, os fatores de produção são compostos por três elementos principais: o capital, a terra e o trabalho.

A Terra

Nessa categoria estão contidos todos os recursos naturais utilizados no processo produtivo: do solo arado na agricultura ao algodão da indústria têxtil, passando pela água contida no refrigerante e pela eletricidade que movimenta o maquinário.

Todo e qualquer meio proveniente da natureza e aplicado na produção é atualmente considerado dentro do grupo “Terra”.

O Capital

A definição mais básica da aplicação do capital na cadeia produtiva é como um bem usado para produzir outros bens.

Portanto, não somente o dinheiro é considerado como “Capital”. O parafuso que compõe o carro, a máquina que mistura os ingredientes na indústria alimentícia, o prédio onde a fábrica está abrigada, o veículo que transporta as cargas ou ara a terra no campo… Todos são exemplos de Capital, quando o assunto são fatores de produção.

O Trabalho

Dedicado inteiramente à atividade humana, o “Trabalho” congrega todos os tipos de esforço (físico ou mental) que o ser humano emprega para produzir.

Desde o gerente que passa longas horas a pensar em estratégias para o seu setor até o trabalho braçal que opera máquinas, todas as pessoas economicamente ativas, ao desempenharem as suas funções estão se transformando em um fator de produção.

Para que servem os fatores de produção?

Como podemos perceber, cada um dos fatores possui as suas particularidades. Mas você sabia que eles também partilham características em comum?

Segundo a teoria econômica, elas são: a adaptabilidade, a complementaridade, a escassez e a substituibilidade.

Veja:

Adaptabilidade

Também chamada de versatilidade, essa é a característica dos produtos que podem ser multifuncionais. Esse é o caso, por exemplo, da água (fator “Terra”). Com a água, é possível realizar o preparo de um alimento, a confecção de uma embalagem e a limpeza de produtos. Tudo dependendo, portanto, da conveniência do produtor.

Complementaridade

Como o próprio nome indica, a complementaridade representa a capacidade dos fatores de se tornarem interdependentes em uma determinada função - para que um seja empregado, é necessária a presença do outro.

E não há forma mais simples de explicar o conceito do que a utilizada por Chaplin em Tempos Modernos. No filme, os funcionários (fator “Trabalho”) são utilizados como operadores do maquinário (fator “Capital”) de uma empresa: sem o trabalhador, a máquina não cumpria a sua função; sem a máquina, entretanto, não havia sequer função para o trabalhador.

Escassez

Seguindo na onda cinematográfica, se há algo com o que a Disney nos presenteou no estudo dos fatores de produção é o filme Wall-e.

Nele, os seres humanos deixam a Terra depois de terem esgotado todos os recursos naturais disponíveis. Mas se engana quem pensa que, no processo produtivo, apenas o que vem da natureza é finito.

Na verdade, todos os fatores possuem um limite de uso, um ponto de escassez. Assim como a água não é a infinita, o número de cidadãos economicamente ativos não o é - imagine então o capital, que é apenas um bem e depende também dos outros fatores para ser fabricado.

Substituibilidade

Ao se falar da substituibilidade, muito se cita o papel da tecnologia na substituição do trabalho humano na cadeia produtiva.

E esse é mesmo o melhor exemplo, presente de forma corriqueira no nosso dia a dia, para indicar essa capacidade que os fatores possuem de serem substituídos por outros (mesmo que apenas de forma parcial).

Avalie esse texto e nos ajude a melhorar cada vez mais.

Nos ajude a melhorar o conteúdo desse texto! Envie um complemento ou correção por aqui para deixar esse conteúdo ainda melhor. Seu nome pode ser citado como revisor desse conteúdo com a sua permissão! ;)

Envie sua sugestão


Conheça também os termos relacionados