O que é o Efeito Semelweis?

É chamado de Efeito Semelweis a tendência humana a, após receber novas informações ou evidências que refutem opiniões e visões de mundo já estabelecidas, rejeitá-las quase que imediatamente.

É como se houvesse uma porta entre o mundo de fora e o mundo de dentro. Para que uma ideia entre, ela deve responder à seguinte pergunta: "você reforça ou contradiz o que eu acredito sobre a realidade que me cerca?".

Se a opção escolhida por a primeira (isto é, o reforço), deixamos a ideia entrar e a acolhemos. Se não, batemos com a porta na cara da ideia e, caso pule a janela, continuamos lutando contra ela.

A explicação está em um mecanismo de sobrevivência que já explicamos lá no artigo completo acerca do viés de confirmação. Sim, esses dois são considerados vieses-irmãos, já que agem de forma bem semelhante para impedir que você mude de opinião com frequência - e morra com maior facilidade.

Lá, usamos o exemplo dos homens e mulheres das cavernas, que sempre temeram o fogo. Imagine se um membro da tribo chega, um determinado dia, e diz que há um incêndio ali por perto e que eles devem tentar se aproximar e manipular o fogo, usando o seu calor reconfortante em benefício próprio.

Hoje, acender uma fogueira parece uma atividade simples, mas quando tudo o que eu fogo fazia era reduzir às cinzas tudo o que se aproximava (pelo menos na cabeça do hominídeo), essa nova ideia era um absurdo.

E mais uma vez o cérebro se faz a pergunta que te ensinamos no início do tópico: "você, ó ideia que me está sendo apresentada, reforça ou contradiz o que eu acredito sobre a realidade que me cerca?".

Se o que se acreditava era que chegar perto do fogo era o mesmo que aumentar as suas chances de morrer, é claro que há uma contradição aqui. A rejeição, portanto, é lógica e funcional.

Imagine, agora, como deve ter sido difícil para o primeiro humano a tentar controlar o fogo convencer os demais de que ele não tinha pirado de vez.

Descomplicando a Bolsa de Valores

Qual é a diferença entre o Efeito Semelweis e o Viés de Confirmação?

Se o exemplo é o mesmo, não são o efeito semelweis e o viés de confirmação sinônimos?

A resposta é não.

O viés de confirmação se encarrega de nos influenciar a BUSCARMOS e nos RECORDARMOS apenas das informações favoráveis às nossas crenças. O efeito semelweis, por sua vez, nos incentiva a REJEITAR as informações desfavoráveis que chegam até nós - mesmo que na maioria das vezes não estejamos buscando por elas.

Os dois fenômenos são como os dois lados da mesma moeda: embora cara e coroa não sejam a mesma coisa, uma não existe sem a outra.

Como o Efeito Semelweis afeta a sua vida financeira?

Sabe por que é tão difícil convencer alguém que decididamente se recusa a acreditar que a poupança é um mau investimento a investir em outros ativos? Porque não importa quão bons sejam os seus argumentos (usando inclusive números), eles praticamente "entram por um ouvido e saem pelo outro". No cérebro da pessoa, a porta é batida na cara deles, sem dó.

E o prejuízo, você já pode imaginar: centenas, milhares e, às vezes, milhões de reais perdidos pela recusa em admitir novas ideias.

Se a poupança não é o seu ponto fraco nas opiniões irremediáveis sobre investimentos, cave mais fundo: é bem provável que você também tenha as suas.

Reconhecer isso não se trata de mudar de ideia sobre uma aplicação sempre com uma informação nova surgir - praticamente nenhum investimento é unanimidade, mas sim de entender até onde a sua crença está te cegando para boas oportunidades e/ou te levando de braços dados para o fundo do poço junto com grandes prejuízos.

Como Investir nos Melhores Fundos

Termo do dia

Backtest

O que é Backtest? Também chamado de backtesting, o backtest é um tipo de teste que se faz usando dados históricos relevantes, a fim de prever…