Open Nav Logo Mais Retorno

Efeito da Mera Exposição

O que é o Efeito da Mera Exposição?

Efeito da Mera Exposição (ou ainda Mere-Exposure Effect, conforme o termo original em Inglês) é o nome dado a um tipo específico de viés cognitivo.

Segundo a definição do Efeito da Mera Exposição, ele determina a tendência mental que nós possuímos, como seres humanos, de nos sentirmos mais familiarizados com uma imagem conforme somos mais frequentemente expostos a ela. Acabamos, por fim, desenvolvendo também certa afeição pela mesma.

"Mas o que isso tem a ver com o meu dia a dia?", você pode estar pensando, "como o Efeito da Mera Exposição, e essas tais imagens, podem influenciar de alguma forma a maneira como eu gerencio o meu dinheiro?". Não se preocupe, para as pessoas comuns pode mesmo ser mais difícil entende como esse viés se sustenta na prática.

Contudo, podemos garantir que para alguns ele não apenas é um fato, como também se tornou uma importante ferramenta de persuasão. Sim, estamos falando das companhias e dos agentes publicitários. Ou você acha mesmo que tem sede imediatamente ao ver uma Coca Cola, se sente tão nostálgico com as luzinhas de Natal ou acha o(a) seu(ua) namorado(a) a coisinha mais linda desse mundo à toa? Eles sabem que não.


Como o Efeito da Mera Exposição funciona?

"Ah, pronto, agora só falta vocês me dizerem que os profissionais de publicidade estão conspirando para lançar o(a) meu(inha) parceiro(a) em uma campanha, só para me fazer comprar mais".

Nós apostamos que você levaria um baita susto se ligasse a TV um dia e se deparasse ele(a) ali, certo? Mas não, não é disso que estamos falando.

Antes de adentrarmos no uso comercial do Efeito da Mera Exposição, no entanto, precisamos esclarecer alguns pontos do seu funcionamento. Vamos lá?!

Existe um estudo científico da Universidade de Westminster que atesta que ver o(a) namorado(a) como sendo mais bonito(a) do que ele(a) realmente é - isto é, do que veríamos se não estivéssemos cegos de amor -, não é só um fenômeno generalizado, como também é evolutivamente saudável.

Isso significa que a "ilusão positiva" tem papel importante na saúde dos relacionamentos, de modo que alguns pesquisadores a consideram até um termômetro do nível de envolvimento amoroso.

A explicação? Ao identificarmos uma personalidade atraente no outro tendemos também a vê-lo como fisicamente mais atraente.

Mas o que isso tem a ver com consumo? Como a carinha linda (talvez não tão linda, na realidade) do seu amor tem relação com os seus gastos? É isso que veremos a seguir.

Como o Efeito da Mera Exposição influencia as suas finanças?

Lembre-se: uma personalidade atraente faz com que vejamos o outro de forma mais atraente também fisicamente.

Contudo, os objetos (desde aquela Coca Cola às luzinhas de Natal) não têm personalidade, certo? Errado.

As campanhas publicitárias existem para não somente dizer "olha isso aqui. Compre! Compre! Compre!" como também para desenvolver uma marca que precisa de dias, meses e anos para ser construída.

Assim, a cada vez que vemos uma luzinha de Natal, temos um tipo de experiência: a ceia na casa da avó, a compra de presentes naquela loja toda decorada de pisca-pisca ou ainda a montagem da árvore na sala da sua casa.

Nos familiarizamos com as luzinhas e, ao mesmo tempo, atrelamos afeto a ela por conta das experiências nas quais ela se fez presente. Dois dos princípios mais importantes do Efeito da Mera Exposição, lembra?

No próximo Natal, a tendência é que ao vermos um pacote a venda nos sintamos compilados a comprar ("não é Natal sem as luzinhas"). Usá-las é reconfortante!

Para as companhias, isso também é - por outros motivos, é claro. Quanto mais afetivamente atrelado a um produto, maior é a sua propensão a comprá-lo. Ou seja, quanto mais você o vê em comerciais de televisão, nas gôndolas das lojas e supermercados ou na sua própria casa, menos resistente a adquiri-lo você se torna.

E muito menos inofensiva do que a falsa atratividade do(a) companheiro(a), essa aplicação do Efeito da Mera Exposição pode sim causar grandes prejuízos na sua vida - se não nos olhos, no bolso!

Avalie esse texto e nos ajude a melhorar cada vez mais.

Nos ajude a melhorar o conteúdo desse texto! Envie um complemento ou correção por aqui para deixar esse conteúdo ainda melhor. Seu nome pode ser citado como revisor desse conteúdo com a sua permissão! ;)

Envie sua sugestão


Conheça também os termos relacionados