Última modificação em 8 de setembro de 2020

O que é DOJI?

O DOJI é um padrão gráfico muito comum nas chamadas análises técnicas. Esse tipo de avaliação é bastante utilizado em tentativas de previsão de oscilações nos preços dos ativos; contudo, como sabemos, tentar prever as oscilações do mercado financeiro é uma tarefa complicada, onde padrões como o DOJI entram para auxiliar.

Na representação do DOJI, o preço do fechamento de um ativo será igual ao da sua abertura. Ele é sempre representado por uma linha ou por um traço horizontal. Também é muito comum que o seu desenho seja observado no chamado gráfico de velas (ou candlestick).

Elas buscam ilustrar de forma bem simples uma situação do mercado. Em outras palavras, ela expõe o que ocorre com os preços, só que de uma forma bastante visual, demonstrando o equilíbrio das forças entre os compradores e os vendedores de um ativo.

Como o DOJI funciona?

Cada padrão de candlestick tem 4 conjuntos de dados com a função de ajudar a definir a sua forma. Com base em cada uma delas, os analistas conseguem fazer suposições acerca do comportamento dos preços. Cada uma das velas é baseada em uma abertura, que pode ser alta, baixa ou de fechamento.

O período de tempo ou o intervalo de escala utilizado não tem importância. A barra criada pelo padrão do castiçal — que pode ser vazia ou preenchida — é chamada de corpo. As linhas, que se estendem para fora do corpo, levam o nome de sombras. Uma ação que tem o fechamento acima de sua abertura terá um candlestick oco. Já se o estoque fechar em baixa, o corpo terá um castiçal preenchido.

Um DOJI é criado, como dito anteriormente, quando tanto a abertura quanto o fechamento de um estoque são virtualmente iguais. Sendo assim, tende a se parecer com uma cruz ou com um sinal de “+” e ter corpos pequenos ou inexistentes. Ele representa a indecisão tanto do lado do vendedor quanto do comprador, não havendo uma "debandada" para nenhum dos lado.

Quais são os tipos de DOJI?

Existem alguns tipos diferentes de classificação para esse indicador. A primeira é o DOJI Star, também conhecido como estrela. Ele acontece quando o comprimento das sombras do candle são exatamente iguais, tanto a inferior quanto a superior.

Já o DOJI dragonfly, também conhecido como DOJI libélula, acontece quando a sombra inferior é maior e a sombra superior é inexistente.

No DOJI lápide acontece o contrário: a presença da sombra inferior não existe, enquanto a da superior é notada.

Por fim, existe o DOJI pernalta, em que a sombra inferior é maior que sombra superior.

Quais são as limitações de um DOJI?

De forma bastante isolada, um DOJI é um indicador neutro que fornece poucas informações acerca do que ele consegue avaliar. Além disso, não é considerado como uma ocorrência comum, o que significa que não é uma ferramenta confiável para detectar alguns aspectos, como reversões de preços. Outro problema é que, quando ele ocorre, nem sempre é confiável. Isso significa que não existe garantia de que o preço continue na direção esperada após surgir a vela de confirmação.

O tamanho do pavio do DOJI, juntamente com o tamanho da vela de confirmação, pode significar que o ponto de entrada para uma negociação ainda está muito longe do ponto de stop loss. Isso significa que os interessados precisarão encontrar outro local para ele ou precisarão desistir da negociação. Isso porque um stop loss muito grande talvez não justifique a potencial recompensa do que está sendo negociado.

Fazer a estimativa de uma recompensa potencial de uma negociação por meio do DOJI também pode se tornar difícil, pois os candlesticks nem sempre fornecem os preços-alvo. Sendo assim, outros indicadores, estratégias ou até mesmo técnicas, como padrões de velas diferentes, são necessários para sair de uma negociação quando — e se — for lucrativo.

Termo do dia

Bursátil

O que é bursátil? O termo bursátil é empregado como referência para tudo que tem relação com a Bolsa de Valores e o mercado de capitais. A origem…