O que é o Dow Jones?

O Dow Jones é um índice utilizado nos Estados Unidos como forma de medir o desempenho do mercado de ações estadunidense. Criado em 1896, por Charles Dow - o co-fundador da editora financeira Dow Jones & Company e formulador da Teoria de Dow.

Inicialmente composta por 12 empresas, possui hoje 30 componentes, entre elas: Apple, Disney, Microsoft, Nike e Visa.

O Dow Jones é hoje, juntamente com o Standard & Poor's 500 e o Nasdaq Composite, um dos principais indicadores do mercado financeiro. É, inclusive, o segundo índice mais antigo do país, atraindo a atenção de todo o mercado financeiro mundial diariamente.


Como o Dow Jones é composto?

No ano de sua criação, 1896, o Dow Jones era composto por apenas doze empresas, sendo que dessa formação original, apenas a General Electric permaneceu na lista.

Com o passar dos anos, as companhias foram substituídas de acordo com o seu desempenho. Em 1916, mais oito foram adicionadas, criando a lista de vinte componentes.

Até 1928 (um ano antes da fatídica Grande Depressão) o índice sofreria uma nova adaptação, de modo a chegar à constituição atual, com 30 companhias. São elas:

Além de evoluir em relação ao seu número de elementos, o Dow Jones progrediu também em seus pontos. De 40,94 pontos no século XIX, o índice atualmente já bateu os 25 mil pontos.

Hoje, os componentes da lista são escolhidos pelo jornal The Wall Street Journal (uma propriedade da Dow Jones & Company) e tem como critério central que todos os seus componentes sejam líderes de seus mercados.

Como podemos observar, companhias muito “recentes”, como a própria Apple e Microsoft, dividem espaço com centenárias empresariais. E como o formato do cálculo (que veremos adiante) não faz distinção do valor das ações para a composição do índice, todas elas alteram o Dow Jones de igual para igual.

Essa é, inclusive, fonte de crítica ao índice por parte de alguns analistas, que acreditam que essa falta de “pesos” provoca distorções e não reflete a realidade do mercado.

Contudo, o Dow Jones tem se mostrado eficiente em cumprir a sua proposta (refletir a economia americana), de modo que ainda possui muita fama e credibilidade mesmo assim.

Como o Dow Jones é calculado?

Para o cálculo do Dow Jones, existem dois itens a serem considerados: o desempenho das empresas (que já listamos na seção anterior) e o Dow Jones Divisor.

O Dow Divisor (ou apenas Divisor Dow) é um fator que varia conforme mudanças são feitas no índice. Ou seja, sempre que uma empresa é substituída por outra, por exemplo, o Divisor é ajustado de modo a garantir que variações distorcidas sejam talhadas no índice.

Inicialmente, o Dow Divisor correspondia ao número de companhias que compunham o Dow Jones (12, 20, 30…).

No entanto, atualmente é menor do que 1, de modo que o resultado do índice seja sempre superior à soma do preço das ações das empresas que o compõem.

Ciente disso, agora compreender a fórmula do Dow Jones se torna muito mais fácil. Ela é a seguinte:

Onde P é a somatória do preço das ações de todas as 30 companhias e d é Divisor Dow vigente.

Descomplicando a Bolsa de Valores

Termo do dia

Disclaimer

O que é o disclaimer? Disclaimer, ressalva, aviso legal ou termo de responsabilidade são quatro termos comumente usados sob o ponto de vista jurídica para designar…