O que é Desemprego Friccional?

Desemprego Friccional, também chamado de Desemprego Natural, é o desemprego que ocorre do movimento normal dos trabalhadores entre empregos. Em outras palavras, é o desemprego registrado em decorrência de situações nas quais as pessoas estão temporariamente fora de uma posição formal de trabalho.

Como Investir nos Melhores Fundos

Entendendo o Desemprego Friccional

Existem muitos motivos pelos quais uma pessoa pode estar fora de uma posição formal de trabalho e acabar acrescentando mais um número às estatísticas do desemprego.

Em alguns casos, por exemplo, uma pessoa pode estar desempregada porque sua posição foi eliminada em decorrência da necessidade da empresa de reduzir os custos, diante de uma crise grave que abalou o negócio.

Esse é um exemplo de desemprego que revela um problema maior dentro da economia e, pode-se até dizer, é considerado preocupante.

Em outros casos, uma pessoa pode estar desempregada porque ela decidiu sair da sua posição para tentar realizar uma transição de carreira, buscando concretizar seus sonhos profissionais. 

Esse é um exemplo de desemprego, em princípio, meramente temporária e que não guarda relação com problemas econômicos maiores, mas apenas com a situação particular do indivíduo.

Esse segundo tipo de desemprego recebe o nome de desemprego friccional. Ele é considerado natural, pois não poderíamos esperar que todos os trabalhadores passassem toda a vida empregados no mesmo local. 

Quais são as situações que se enquadram no Desemprego Friccional?

Além do profissional que deixa seu emprego para fazer uma transição de carreira, existem outras situações que se enquadram no conceito do desemprego friccional. Por exemplo:

Em todos esses exemplos, a situação do desemprego não é causada por um problema maior na conjuntura econômica, política e social. Ela está associada à situação particular do indivíduo.

Qual é a diferença entre Desemprego Friccional e Desemprego Estrutural?

O desemprego friccional não pode ser confundido com outras espécies de desemprego, como o estrutural.

Dizemos que há desemprego estrutural quando ocorrem mudanças nos hábitos de consumo, inovações tecnológicas ou outras transformações que eliminam certos postos de trabalho, deixando os profissionais que ocupavam essas posições sem emprego e sem a possibilidade de encontrar novas vagas para uma recolocação.

Por isso, a principal diferença entre o desemprego friccional e o desemprego estrutural é que, enquanto o primeiro tem caráter temporário, o segundo tem caráter permanente. 

O desemprego estrutural causa muito mais preocupação do que o friccional. Os profissionais afetados pelo desemprego estrutural precisam encontrar outras ocupações se quiserem voltar à atividade e nem todos que perdem seus empregos quando os postos de trabalho são eliminados conseguem fazer essa adaptação.

Qual é a diferença entre Desemprego Friccional e Desemprego Sazonal?

Outra espécie de desemprego que não pode ser confundida com o friccional é o sazonal.

Dizemos que há desemprego sazonal quando as sazonalidades do mercado levam ao fechamento de postos de trabalho. O melhor exemplo é o caso dos postos de trabalho ligados à área de produção na indústria dos chocolates, que aumentam muito durante o período de preparação para o feriado da Páscoa, mas também diminuem muito após esse período.

A diferença entre o desemprego friccional e o sazonal é que, embora ambos tenham um caráter de temporariedade, o primeiro está ligado a situações particulares do indivíduo, enquanto o segundo está ligado a questões mais gerais que afetam o mercado.

Qual é a diferença entre Desemprego Friccional e Desemprego Conjuntural?

A última distinção importante é entre o desemprego friccional e conjuntural. 

Dizemos que há desemprego conjuntural quando a situação econômica promove o desemprego, o que ocorre em períodos de recessão, como a vivenciada diante da crise causada pela pandemia em 2020. Nessa situação, as empresas são forçadas a eliminar postos de trabalho para conter gastos.

A diferença entre o desemprego friccional e o conjuntural é que o primeiro pode ocorrer mesmo quando a economia está em crescimento, enquanto o segundo ocorre quando a economia está em contração.

Termo do dia

Mão Invisível

Você já viu alguém falar na mão invisível do mercado, mas não sabe o que é? Confira o significado desse termo!

Veja outros termos