O que são depósitos à vista?

O sistema bancário apresenta uma boa variedade de formas de trabalhar com o seu capital. Uma delas é o recebimento dos depósitos à vista, uma das maneiras mais comuns de realizar a transferência do seu capital para uma instituição bancária.

Você mesmo deve usar desse recurso com algumas frequência no gerenciamento dos seus recursos. Trata-se, afinal, de uma prática bem comum usada pelas pessoas para enviar seu capital ao banco e que ele o guarde para momento oportuno.

Além dos depósitos à vista, as instituições bancárias também oferecem dois outros tipos de depósito bem comuns:


Como funcionam os depósitos à vista?

A principal característica dos depósitos à vista é a sua capacidade de movimentação facilitada para o cliente que possui os recursos. Isto é, você não fica preso a qualquer prazo e pode transferir os recursos assim que desejar.

Em contrapartida, apesar de fazer a guarda desse dinheiro, esse tipo de depósito não possui qualquer tipo de remuneração. Ou seja, não há ganho de capital enquanto você não usa o dinheiro que está guardado.

Portanto, nessa modalidade de depósito, o cliente do banco possui livre acesso ao dinheiro, podendo sacá-lo a qualquer hora e qualquer montante (limitado, claro, ao que possui na sua própria conta).

A movimentação dos recursos também é bem conhecidas pelo público geral. Você pode fazê-la por meio de transferências bancárias (DOC ou TED​​​​​​​), pela emissão de cheques que virão a ser descontados ou mesmo via ordens de pagamento, por exemplo.

Qual a finalidade dos depósitos à vista?

A principal finalidade dos depósitos à vista está na reserva de emergência, isto é, aquele dinheiro que você precisa ter disponível no curtíssimo prazo para as atividades do seu dia-a-dia — como pagamento de contas, transferências para familiares ou compras esporádicas de rotina.

Desta forma, você não deve usar essa modalidade de depósito caso queira aumentar seu patrimônio. Pensando nos investimentos, é essencial que eles sejam remunerados ao longo do tempo. Algo que, como já vimos, não ocorre nos depósitos à vista.

Isso não significa que ele seja ruim, mas que é importante a compreensão do seu objetivo com aquela parcela do seu capital que precisa ter liquidez para as atividades mais simples.

A relação entre o cliente e o banco

Os depósitos à vista representam a criação de um importante vínculo entre um cliente (que pode ser você) e uma instituição bancária. O capital depositado no banco da sua escolha representa um direito para o responsável pelo depósito e uma obrigação para a empresa bancária.

Isso porque, na medida em que o capital recebe livre movimentação, cabe aos bancos cumprirem os prazos e solicitações, permitindo assim a saúde do sistema financeiro por meio das transferências, pagamentos e recebimentos.

Além disso, vale ressaltar que não é toda instituição financeira que pode receber esse tipo de depósito. Abaixo, listamos aquelas que possuem permissão para os depósitos à vista:

Depósitos à vista vs. outros formatos de depósito

Além dos depósitos à vista, o cliente de um banco encontrará variações de depósitos, como mencionamos na introdução deste conteúdo. São eles:

Descomplicando a Bolsa de Valores

Termo do dia

FIERGS

O que é FIERGS? Fiergs é a sigla para a Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul. A Fiergs está presente nas conversas…

Veja outros termos