O que é CPA-20

CPA-20, ou Certificação Profissional ANBIMA série 20, é o nome de uma certificação profissional ligada ao mercado financeiro. Quem deseja trabalhar lidando com investidores precisa ter essa certificação, que é obtida por meio de uma prova.

Entre as certificações ANBIMA, ela é considerada a segunda menos complexa. Por isso, costuma ser procurada por profissionais que já estão desenhando uma carreira no mercado financeiro. Quem ainda quer entrar, ou acabou de entrar, nesse mercado costuma buscara CPA-10, que é mais simples.


Quem precisa da CPA-20

 

A CPA-20 não é necessária para qualquer profissional que trabalhe com investidores; apenas para aqueles que atuam com varejo de alta renda, clientes private e corporate, além de investidores institucionais, em agências bancárias. Para quem atua com o grande público, formado de investidores não qualificados, a certificação CPA-10 é suficiente.

Tenha em mente, que o profissional com uma CPA-20 pode desempenhar as atividades específicas para as quais essa certificação habilita e, também, as atividades que um profissional com a CPA-10 pode fazer.

Vale a pena ressaltar que a exigência de certificações profissionais não foi criada pelos bancos, mas imposta através de resolução pelo Banco Central há cerca de duas décadas. Outra exigência é que a certificação seja oferecida por uma entidade de reconhecida capacidade técnica; no caso da CPA-20, é a ANBIMA.

Como é a prova da CPA-20

A prova da CPA-20 é composta por 60 questões de múltipla escolha, que devem ser resolvidas em um computador, no prazo de 2:30 horas. As questões são distribuídas em 7 seções, cada uma com seu peso na nota:

Para ser aprovado, o candidato precisa apresentar um aproveitamento de 70% ou mais na prova. Atenção, pois isso não significa necessariamente acertar 70% das questões, já que diferentes temas têm diferentes pesos.

Aspectos burocráticos

Os aspectos burocráticos para realizar a prova e obter a certificação CPA-20 não diferem em quase nada da certificação CPA-10. É preciso fazer a inscrição pelo site da ANBIMA, pagar o boleto gerado e, no prazo máximo de 60 dias após a confirmação do recebimento, agendar a data e horário desejados.

No dia agendado, o candidato deve estar presente no centro de aplicação escolhido para realizar a prova. Se ele não agendar no prazo ou não comparecer no dia, via de regra, sua inscrição é cancelada sem ressarcimento do valor pago.

O valor pago, aliás, pode variar. Aplica-se uma taxa de inscrição para profissionais vinculados a instituições associadas à ANBIMA e outra, mais alta, para quem não tem esse vínculo.

Vencimento e atualização da certificação

A CPA-20, assim como outras certificações ANBIMA, tem um prazo de validade. Para saber qual é o prazo, é preciso avaliar a situação do profissional.

Aquele profissional que está trabalhando em uma instituição associada à ANBIMA recebe o nome de profissional certificado. No caso dele, a certificação é válida por 5 anos. Enquanto isso, aquele profissional que não está trabalhando em uma dessas instituições é chamado apenas de profissional aprovado. Sua certificação é válida por 3 anos.

Suponha que um profissional não está trabalhando quando recebe a certificação, mas, dois anos depois, é contratado. Então, a CPA-20 dele, que estava prestes a vencer, recebe mais três anos de validade.

Quando o fim do prazo se aproximar, o profissional não precisa fazer uma nova prova. Em vez disso, ele pode atualizar sua certificação realizando um curso oferecido pela ANBIMA. No entanto, para isso, deve observar uma regra importante: começar e terminar o curso, com aprovação, antes da data limite da validade.

Descomplicando a Bolsa de Valores

Termo do dia

Lei Kandir

A Lei Kandir foi uma das iniciativas do legislativo para incentivar a exportação, porém, causou muita polêmica. Saiba mais!