Open Nav

Contrato Spot

O que é Contrato Spot

Contrato Spot é um contrato de liquidação imediata, isto é, para uma transação à vista. Justamente por esse motivo, também é chamado de contrato à vista. O termo “spot” vem do inglês e significa instantâneo, imediato. 

Ele costuma ser utilizado principalmente para commodities agrícolas, mas também para outros tipos de commodities, como ouro, prata e petróleo, e também câmbio, títulos, energia elétrica e gás.


Entendendo o Contrato Spot

Antes de mais nada, é preciso entender o que Spot significa no mercado financeiro. O termo refere-se a transações em que a data de negociação e a data de liquidação são muito próximas, havendo um curto prazo entre elas. Por data de liquidação, entenda-se o dia do pagamento e entrega do ativo negociado.

Na maioria dos casos, podemos dizer que a data de liquidação do contrato spot é D+2, isto é, a data de negociação mais dois dias. Porém, o prazo depende do ativo negociado. Alguns, como energia elétrica e gás, não podem ser entregues tão rapidamente, mas, ainda assim, o prazo é curto.

O contrato spot, então, é o instrumento para a realização de uma transação spot; em outras palavras, é o contrato que garante a liquidação imediata. Ele é fundamental para que o chamado “mercado spot”, o mercado das transações spot, possa funcionar.

No contrato spot, a taxa de liquidação é chamada de taxa spot ou preço spot. 

Importância do Contrato Spot

Conforme já foi dito, o contrato spot tem muita utilidade, principalmente, para commodities agrícolas. Para os produtores, ele é uma forma de levantar recursos financeiros rapidamente, com a venda da safra que já está disponível, ou aumentar seus lucros aproveitando os momentos em que o preço do seu produto está em um patamar mais elevado do que o normal.

Para empresas, o contrato spot também é uma ferramenta importante quando é preciso obter matéria-prima rapidamente. Por exemplo, uma indústria que depende de uma commodity pode precisar de excedente de matéria-prima frente a uma alta inesperada de demanda, e o contrato spot permite receber esse produto em poucos dias após a negociação.

Contrato Spot x Contrato a termo

Como já vimos, o contrato spot é ideal para uma transação à vista. Por outro lado, o contrato a termo é ideal para aquela transação a prazo, em que a negociação ocorre agora, mas a data para liquidação é futura. 

Escolher entre esses dois contratos é uma questão de estratégia. Para entender melhor, vamos usar um exemplo prático.

Imagine que uma empresa pretende comprar soja para sua produção. Soja é uma commodity. Ela pode ser comprada por meio de um contrato spot ou de um contrato a termo. 

Se a empresa precisa da soja para sua produção imediatamente, faz mais sentido empregar o contrato spot, que tem liquidação à vista. Por outro lado, se a empresa só vai precisar dessa soja daqui a seis meses, pode empregar o contrato a termo, garantindo o preço atual, mas postergando a entrega, para evitar que o produto se estrague nos armazéns.

Entender a lógica do contrato spot é muito simples com commodities perecíveis, mas não se esqueça de que ele pode ser aplicado também para itens como ouro ou moeda. Vejamos um exemplo com a compra de dólares.

Suponhamos que uma empresa precisa de dólares para realizar uma importação de equipamentos que são necessários com urgência. Nesse caso, o contrato spot é ideal. Por outro lado, se a empresa pretende fazer a importação apenas no próximo ano e quer se proteger contra a oscilação cambial, ela pode utilizar um contrato a termo para assegurar o preço atual sem liquidar a compra imediatamente.

Avalie esse texto e nos ajude a melhorar cada vez mais.

Nos ajude a melhorar o conteúdo desse texto! Envie um complemento ou correção por aqui para deixar esse conteúdo ainda melhor. Seu nome pode ser citado como revisor desse conteúdo com a sua permissão! ;)

Envie sua sugestão


Conheça também os termos relacionados