Última modificação em 27 de outubro de 2020

O que é Certificado de Depósito?

No mercado financeiro, existem diversos tipos de modalidades que ativos que podem ser utilizados pelo investidor. Para boa parte deles, as instituições financeiras  oferecem um certificado de depósito.

Na prática, existem diferentes tipos de certificados de depósito que podem aparecer na sua rotina como investidor. Na sequência do texto, vamos apresentar alguns deles.

Certificado de Depósito Bancário

Provavelmente o termo mais popular entre os investidores é o CDB, sigla para abreviação do Certificado de Depósito Bancário. Essa é uma das modalidades de investimentos oferecidas pelos bancos brasileiros para quem busca por alternativas de renda fixa.

O CDB funciona como uma forma de emprestar dinheiro aos bancos. Ou seja, o seu investimento  é uma forma de captação de recursos para as instituições bancárias, financiando as suas atividades. Em troca desse empréstimo, você vai receber uma remuneração (juros), assim como acontece em qualquer modalidade de investimento.

Os bancos, naturalmente, vão usar esse capital para novos empréstimos para os seus clientes com taxas maiores. A diferença entre essas taxas, inclusive, é como eles ganham dinheiro com as suas operações.

A rentabilidade desse ativo está diretamente relacionada com o seu risco de crédito. Grandes bancos (como Itaú ou Bradesco, por exemplo), oferecem uma chance muito baixa de calote e, portanto, possuem títulos menos rentáveis.

Certificado de Depósito Interbancário

Outro termo muito popular é o Certificado de Depósito Interbancário. Na prática, talvez você não perceba como ele é repetido no mercado financeiro, mas novamente pelo uso das suas iniciais: CDI.

Esse tipo de operação é utilizado pelos bancos para empréstimos de curto prazo para outros bancos. Isso acontece porque, de acordo com normas do Banco Central, nenhum banco brasileiro pode encerrar o dia com saldo negativo.

Sem esse tipo de operação, um banco poderia não cumprir com o procedimento na medida em que diariamente ocorrem saques e depósitos por parte dos seus usuários. Assim, o Certificado de Depósito Interbancário surge como solução para esse objetivo.

Importante não confundir esse Certificado de Depósito Interbancário com a Taxa CDI que, na prática, é a taxa média utilizada nessas operações e que, geralmente, é um pouco menor do que a Taxa Selic (nossa taxa básica de juros no Brasil).

Certificado de Depósito de Ações

No mercado de capitais você também pode se deparar com as Units, chamadas por aqui de Certificado de Depósito de Ações. Elas nada mais são do que pacotes de ações de uma companhia, podendo ser compostos ao mesmo tempo por ações preferenciais e ordinárias.

Aqui, vale lembrar que existem algumas diferenças entre esses dois tipos de ações. As ações ordinárias concedem direito a voto e dão voz ativa ao investidor na empresa, enquanto que as ações preferenciais permitem a preferência no recebimento de dividendos.

Na Bolsa de Valores do Brasil, a B3, você pode comprar esses pacotes diretamente utilizado as Units, mesclando pacotes com ambos os formatos de ações. Por aqui, o ticker utilizado para comprar Units de uma companhia é, normalmente, adicionando o número 11 ao final do código. Exemplo: SAPR11, BIDI11, TAEE11.

Certificado de Depósito Financeiro

Por fim, não podemos nos esquecer de um documento bastante comum na rotina diária dos brasileiros: o Certificado de Depósito Financeiro. Ele é utilizado para representar alguma transação financeira, em especial entre correntistas de um banco ou de uma corretora de valores

Essas são as principais operações vigentes no mercado financeiro que contemplam algum tipo de certificado de depósito. No entanto, você pode ter ainda outras modalidades. Portanto, fique sempre de olho e, em caso de dúvidas, não deixe de passar pelo nosso Glossário, onde compartilhamos a explicação de outros termos também.

Termo do dia

Marketing Multinível

Se você não sabe o que é Marketing Multinível, está por fora de uma grande polêmica do mundo dos negócios. Confira!