O que é CAPM?

CAPM é uma sigla para o seguinte termo em inglês; (Capital Asset Pricing Model). Esse modelo serve para identificar qual é a taxa de retorno de um determinado ativo.

Por mais que existam boas empresas espalhadas pelo mundo, os valores negociados para o investimento nas mesmas pode ser considerado incompatíveis com o atual cenário.

Por outro lado, existem empresas que são negociadas por um valor bem mais interessante. Sendo que ao utilizar o modelo CAPM de análise, a expectativa de retorno do ativo pode se demonstrar bastante interessante.

Como funciona o CAPM?

O CAPM funciona como se fosse uma taxa de retorno que podemos aplicar em cima dos ativos que nos interessam.

O cálculo não é dos mais fáceis, uma vez que o mesmo leva em consideração diferentes variáveis e, portanto, precisa que os dados sejam inseridos de forma correta. Só assim, contendo os dados exatos, você terá em mãos um resultado mais próximo da realidade.

Para conseguir expressar o cálculo da melhor forma possível, segue a fórmula matemática do mesmo;

RA = RF + BA[Bax(Rm-Rrf)]

  • RA = expectativa de retorno sobre determinado ativo
  • Rrf = índice livre de risco
  • Ba = Beta do ativo
  • Rm = expectativa de retorno do mercado

O RA, nessa equação é o resultado que você espera encontrar. O Rrf pode ser a taxa básica de juro do país, uma vez que a taxa é livre de risco. Então poderíamos pegar a taxa Selic, por exemplo.

O Ba seria o beta do ativo. O beta nada mais é do que o grau de volatilidade do mesmo. Vamos supor que no cálculo do beta de uma ação, você utiliza o índice Ibovespa como medida. A diferença de volatilidade entre o índice e a ação será o seu beta.

O Rm seria a expectativa de retorno do mercado. O mercado americano (bolsa de valores) tem um retorno médio, por ano, de algo próximo dos 8%. Esse valor pode ser utilizado nessa área. Porém, se você for usar com ativos brasileiros, faça a análise voltada a nossa bolsa.

Pronto! Ao inserir os números referentes a cada uma das variáveis, você encontrará o CAPM!

Para que serve o CAPM?

O CAPM pode ser o seu norte em uma operação na bolsa de valores. Ao conhecer a taxa de retorno de uma ação, você pode esperar que a mesma chegasse a tal nível, e depois você pode fazer a venda do papel, liquidando o mesmo.

Na verdade, essa expectativa, não leva em consideração eventuais anomalias que podem ocorrer no mercado, além dos fatos rotineiros do mercado e do ambiente econômico mundial.

Estamos falando de variáveis inseridas em uma equação que desconsidera questões macro e microeconômico.

Porém, se você gosta de trabalhar com alguma previsibilidade, ou, ao menos, identificar qual será a taxa de retorno daquele ativo, o CAPM pode ser a sua solução!

Podemos dizer que existem duas formas de utilização do CAPM:

Investidores que precisam identificar o retorno do capital de risco;

Ou empresas que precisam identificar qual é o custo de capital para diferentes tipos de investimentos

O CAPM pode ser utilizado ainda, com outras formas de métricas e formulas. Desse modo, o CAPM pode ganhar mais precisão e ajudar o empreendedor, ou investidor, a distinguir se o investimento é interessante e rentável.

Porque o CAPM?

Ao realizar algum investimento, todos nós gostaríamos de dimensionar um possível retorno para determinado ativo, correto?

O CAPM vem com esse intuito. Ainda mais quando trabalhamos o CAPM juntamente com outras análises ou fórmulas.

Por exemplo, dentro de uma análise fundamentalista, você pode encontrar fatores dentro de uma empresa que podem levar a mesma a uma possível valorização no mercado.

Com o CAPM, você pode consolidar essa opinião, traduzindo a possibilidade, em uma eventual chance de ganho. O CAPM vai lhe ajudar a mensurar o retorno que você poderá ter com o investimento naquele ativo.

Sendo assim, o CAPM é mais uma ferramenta que os investidores podem utilizar para conseguir identificar qual será o retorno sobre determinado ativo, ou investimento.