Open Nav

Buyout

O que é Buyout?

Buyout é um tipo de operação de compra, na qual um investidor compra a maior parte do capital social de uma empresa e, dessa forma, passa a ser sócio controlador. Como sócio controlador, ele tem o poder de decisão nas principais questões relativas ao negócio.

Portanto, só podemos dizer que há um buyout quando o investidor compra mais de 50% da empresa; ou, caso ele já tenha uma participação minoritária, quando ele compra o suficiente para que sua participação passe a ser superior a 50% da empresa.


Como ocorre um Buyout?

A operação de buyout pode ser feita por investidores externos ou por pessoas que fazem parte da gestão da empresa. Neste último caso, falamos em management buyout ou MBO

O processo começa com a apresentação de uma oferta formal ao conselho de administração da empresa. São realizadas negociações e, então, o conselho pode recomendar, ou não, que os acionistas vendam suas ações para o comprador.

As ofertas não solicitadas podem ser hostis ou amigáveis. Elas são hostis quando passam por cima do conselho de administração, pois, de fato, não é uma exigência ter a aprovação do conselho para seguir adiante com o buyout. A decisão final da venda está sempre nas mãos dos acionistas.

O que é um Leveraged Buyout?

Leveraged Buyout, ou LBO, é a operação de buyout realizada empregando uma significativa quantia obtida por meio de empréstimos.

Em outras palavras, quem faz o LBO contrai um alto nível de dívida para obter os recursos para a operação. Esse nível pode chegar a 90% do valor total gasto na compra da participação.

Essa é uma estratégia considerada de alto risco e, portanto, só é empregada quando existe também uma perspectiva de retorno elevada.

Um ponto importante é que a empresa cuja participação foi comprada por LBO deve gerar, para esse sócio (agora controlador), no mínimo, rendimentos suficientes para pagar a dívida contraída. Do contrário, esse podemos dizer que esse investimento ousado não deu certo e trouxe prejuízos.

Por que é feito um Buyout?

Um management buyout é realizado, em geral, como uma manobra para facilitar a administração da empresa. Ele concentra o poder de decisão ainda mais nas mãos dos gestores, que passam a ser também sócios controladores.

Existem vários outros motivos para ser realizado um buyout, e eles estão geralmente ligados a questões estratégicas.

Por exemplo, se a empresa está em risco de ser comprada por um concorrente, um sócio pode optar pelo buyout para evitar que isso aconteça. 

Outro exemplo é o caso em que uma empresa de capital aberto vai voltar a ser uma empresa de capital fechado, ou seja, cujos sócios não podem negociar suas ações na bolsa.

Nesse caso, muitos acionistas que não vão fazer parte do quadro societário quando o capital fechar precisam vender seus papeis e sair. O buyout é a maneira de operacionalizar esse movimento de saída.

O buyout também pode ser adotado como estratégia de private equity.

Investidores de private equity identificam empresas com bom potencial, mas que estão apresentando baixa performance e, por isso, avaliadas negativamente. Eles realizam um buyout, assumem o controle da empresa, fazem uma reestruturação e, depois de recuperar o negócio, podem realizar um IPO.

Qual é a relação entre Buyout e concorrência?

Existem muitas relações que podem ser traçadas entre buyout e concorrência, mas uma das mais interessantes diz respeito à entrada de novos concorrentes e ao uso do buyout como estratégia para manter o domínio do mercado.

Na teoria, em mercados que estão dominados por grandes empresas, existe uma dificuldade para a entrada de novos concorrentes. É que a grande empresa tem mais fôlego para enfrentar uma guerra comercial, baixando seus preços, até fazer o novo concorrente quebrar.

No entanto, na prática, isso nem sempre é verdade. Mesmo uma grande empresa, se tiver que baixar muito seus preços por um período prolongado, sofrerá prejuízos e terá sua saúde financeira abalada.

Por isso, alguns novos concorrentes entram nos mercados, não com a intenção de vencer a guerra comercial contra as grandes empresas que já estabelecidas, mas com a expectativa de que essas empresas escolham o buyout como alternativa mais viável para manter o domínio do mercado. 

Resumindo, alguns novos concorrentes entram no mercado simplesmente esperando receber uma oferta de buyout.

A grande empresa assume o controle e elimina o concorrente sem prejudicar sua saúde financeira. Enquanto isso, os (agora ex-) sócios do novo concorrente lucram consideravelmente com a venda da sua participação e podem partir para um novo empreendimento.

Como Investir nos Melhores Fundos

Avalie esse texto e nos ajude a melhorar cada vez mais.

Nos ajude a melhorar o conteúdo desse texto! Envie um complemento ou correção por aqui para deixar esse conteúdo ainda melhor. Seu nome pode ser citado como revisor desse conteúdo com a sua permissão! ;)

Envie sua sugestão


Conheça também os termos relacionados