O que é BlackRock?

A BlackRock é uma das mais populares organizações de gerenciamento de investimentos no mundo.

Fundada em 1988 e com sede em Nova Iorque, atua como gestora de ativos e de riscos em mais de 100 países, possuindo controle sob um patrimônio superior a US$6 trilhões de dólares.

A sua grandeza leva à listagem de suas ações na Bolsa de Valores de Nova Iorque – considerada a segunda maior Bolsa de Valores do mundo, ficando atrás apenas da Bolsa de Valores de Tóquio. Boa parte, por conta da satisfação de seus clientes, a quem prestam serviços de assessoria para que realizem um bom investimento e alcancem bem-estar financeiro.

Como dito, a Black Rock marca presença em países por todo o globo, tendo uma carteira de ativos atuante nas Américas (63% do total de ativos, provavelmente devido à sua sede), na Europa (29% do total de ativos) e Ásia-Pacífico (com 8% do total de ativos).

Dentre os destaques de suas principais atividades, podemos ressaltar as parcerias com a maior parte das empresas de grande porte existentes no mundo, dominando grandes extensões territoriais (nos EUA, por exemplo, pelo menos metade das doações feitas no país dependem da administração da BlackRock).


Quais são os serviços prestados pela BlackRock?

De maneira geral, os serviços prestados pela BlackRock são direcionados para três vertentes, sendo elas:

Cada uma dessas áreas possui planos de ação direcionadas e específicas, ou seja, um posicionamento (tanto na base de dados, quanto na estratégia de negócio) implementado de maneira diferente.

Entre as divisões específicas criadas pela BlackRock para gerenciar essas categorias internas pode-se citar:

Como a BlackRock atua no Brasil?

Compreendemos, até aqui, a grandeza da BlackRock. E como já podemos imaginar, os bons feitos no mercado financeiro brasileiro não ficam de fora.

A empresa é reconhecida mundialmente por sua capacidade de negociar ETFs nas diferentes Bolsas de Valores.

De forma resumida, podemos dizer que ETF é a sigla para o termo em Inglês “Exchange Traded Funds” (com tradução literal para “fundos negociados em bolsa”). Sua função é atuar como fundos de índices, replicando o comportamento dos mesmos.

E o Brasil, que é um dos países de destaque para atuação da BlackRock na América Latina  não fica de fora dessa.

Com patrimônio líquido de mais de 6,1 bilhões, o ETF da BlackRock (chamado iShares Ibovespa Fundo de Referência ou, simplesmente, BOVA11) é considerado hoje o maior ETF do país. O seu benchmark é o Ibovespa.

Além disso, a empresa oferece por aqui a maioria dos serviços já disponibilizados em outros países, como é o caso do wealth management.

Descomplicando a Bolsa de Valores

Termo do dia

Custo de captação

O que é Custo de Captação Custo de Captação é o custo que uma empresa, uma instituição financeira ou até mesmo uma pessoa tem para captar recursos que…