O que é Black Monday?

Black Monday é nome utilizado para se referir a um dia histórico no mercado de ações, marcado por fortes quedas em várias Bolsas ao redor de mundo e na desvalorização em cadeia de títulos e moedas.

A denominação, que em tradução livre pode ser cunhada como Segunda-feira Negra, é referente à data da “tragédia”: 19 de outubro de 1987.

Como atingiu ainda economias da Ásia e Oceânia, em alguns países o fato é conhecido como Black Tuesday (ou Terça-Feira Negra) e pontuado como tendo acontecido em 20 de outubro. Essa divergência se dá, é claro, pelas diferenças de fuso horário.

Diferentes também foram as consequências da Black Monday. Enquanto alguns mercados se recuperaram rapidamente do ocorrido, não se afundando em uma recessão, outros precisaram de alguns anos para recuperarem o desempenho pré-Black Monday.

Ainda assim, mesmo as vítimas mais “sortudas” enfrentaram desafios e tiveram que propor soluções para os fatores apontados como causadores dessa forte queda - soluções estas aprimoradas e utilizadas até hoje.

E falando em fatores causadores da Black Monday, você sabia que não há até hoje um consenso acerca da sua causa principal? É justamente sobre essa multiplicidade de “culpados” que falaremos adiante. Acompanhe!


Quais foram as causas da Black Monday?

Entre as causas da Black Monday, existem dois grupos centrais de culpados: os de ordem histórica e os de ordem emocional. Isto é, de um lado estão os fatos históricos e do outro, questões mais subjetivas, com igual poder de abalar a eternamente sensível confiança da massa de operadores.

Não se fala em causa principal, mas em somatória: todos esses fatores, em maior ou menor grau, levaram ao desespero pontual de um número cada vez maior de investidores.

Seguindo a lei da oferta e da demanda, ao tentarem se desfazer de um alto volume de títulos, eles acabaram por derrubar o seu preço.

E não foi pouco. A seguir, veja o percentual de queda em países dos mercados americanos, europeus e asiáticos:

Como visto, os efeitos do ocorrido nessa data puderam ser sentidos ao redor de todo o planeta.

De qualquer forma, dentre as origens do fenômeno cita-se:

Como causas da Black Monday, pode-se ainda citar o comportamento das bolsas asiáticas, a desvalorização do dólar por lá, as políticas monetárias dos próprios Estados Unidos…

Como você já sabe, essas são apenas sugestões de especialistas, feitas ao longo dos anos para explicar esse evento. Nunca houve um consenso real do que seria a causa principal.

Quais foram as consequências da Black Monday?

Cada mercado criou a sua estratégia específica para combater a Black Monday, de acordo com as estratégias de política monetária e fiscal adotadas.

No mercado dos EUA, a Black Monday foi sucedida por cortes nos gastos do governo, entre outras medidas de caráter contracionista na esfera pública, e no desenvolvimento de sistemas tecnológicos para a proteção do mercado contra a volatilidade, como é o caso do circuit breaker.

Descomplicando a Bolsa de Valores

Termo do dia

Backtest

O que é Backtest? Também chamado de backtesting, o backtest é um tipo de teste que se faz usando dados históricos relevantes, a fim de prever…