Última modificação em 26 de novembro de 2020

O que é Avaliação Intrínseca?

A avaliação intrínseca é uma das diversas formas usadas por investidores para avaliar se o preço de uma ação é justa, ou não. Ou seja, é um modo de determinar se os ativos de uma empresa estão caros a partir de uma avaliação intrínseca, ou interna.

Ao contrário do que ocorre com a avaliação relativa, a avaliação intrínseca - como o próprio nome sugere - não se baseia na comparação entre os ativos de duas ou mais empresas. Na avaliação intrínseca são analisados apenas indicadores da corporação e a comparação é feita entre os indicadores ao longo do tempo.

Essa análise de permite ao investidor determinar, a partir de seu histórico, qual a capacidade de crescimento da companhia em questão. Assim, a avaliação intrínseca possibilita decidir se o valor da ação é justo em relação ao histórico e projeção de evolução.

Um aspecto interessante em relação à avaliação intrínseca é que, de certo modo, ela está contida na avaliação relativa.

Isso porque, como será mostrado a seguir, um indicador usado para fazer a avaliação interna de uma empresa é a base para calcular os múltiplos nos quais se baseia essa última.

Como a Avaliação Intrínseca funciona?

Para que possamos avaliar o preço do ativo de uma empresa pelo método intrínseco, devemos ser capazes de compreender um de seus indicadores e, a partir dele, entender a capacidade de crescimento da mesma.

Em termos de avaliação intrínseca, o indicador primordial que deve ser observado é o caixa da instituição. Como investidores, devemos avaliar o caixa gerado por ela, o crescimento esperado e quais são as incertezas relacionadas a essa situação.

Sendo assim, o valor intrínseco do ativo está diretamente relacionado à capacidade de crescimento e estabilização de caixa de uma empresa de capital aberto!

Sabendo o valor do caixa gerado, é possível fazermos uma estimativa de crescimento futuro do mesmo. Além disso, devemos também levar em consideração o grau de certeza que temos que certas medidas serão implementadas para consolidar seu crescimento e estabilização.

Através dessas variáveis, a avaliação intrínseca nos permite concluir que quanto menores forem as incertezas envolvidas na projeção de crescimento de caixa, maior será o valor da empresa em questão.

Por outro lado, se há muitas incertezas envolvidas na projeção de caixa da empresa, seu risco é maior e, portanto, seu valor é menor.

É pelo fato de muitos múltiplos serem resultado de cálculos que consideram a variação de caixa que dizemos que a avaliação relativa parte, de certo modo, de uma avaliação intrínseca. Isso não significa que haja dependência entre esses tipos de avaliação, mas que é possível estabelecer uma relação entre elas.

Quais são as vantagens e desvantagens da Avaliação Intrínseca?

Quando investidores fazem avaliações das empresas para tomar decisões de compra, venda e valores justos das ações, um dos principais objetivos é eliminar a subjetividade envolvida no processo.

Por esse motivo é que tais análises são feitas através da observação de gráficos, tabelas, múltiplos e indicadores diversos. A ideia é que a tomada de decisões seja o mais objetiva possível!

Nesse sentido, uma das desvantagens em relação à avaliação intrínseca é a possibilidade da eliminação da subjetividade de fato. Isso porque, diferentes investidores enxergam riscos e incertezas de diversa formas e a avaliação positiva ou negativa dos dados, por vezes, depende de quem avalia.

No entanto, isso não implica que não haja vantagens na avaliação intrínseca. Ao contrário, ela nos permite ter uma visão global da capacidade de crescimento de uma empresa que outros tipos de avaliação não permitem.

Desse modo, conseguir projetar com algum grau de certeza o fluxo de caixa e analisar as incertezas ligadas a essa projeção é uma boa forma de obter bons resultados de uma avaliação intrínseca.

Termo do dia

Conselho Deliberativo

O que é Conselho Deliberativo? O Conselho Deliberativo é um órgão dentro de uma empresa ou organização com papel de administração e fiscalização. Trata-se, portanto, de…