Open Nav

Auditoria Independente

O que é auditoria independente?

A auditoria é uma atividade realizada para investigar e avaliar os balanços contábeis de uma empresa, através de procedimentos técnicos específicos. 

É capaz de atestar a adequação de um fato e imprimir-lhe característica de confiabilidade - ou o exato oposto, caso identifique irregularidades. Sendo assim, através da auditoria independente é possível saber a real funcionalidade de certos processos na empresa e a possível ação ilícita por parte de seus integrantes.


Quem pode realizar a auditoria independente?

Um auditor independente – ou auditor externo – é responsável por aplicar os procedimentos de caráter comprobatório. Tais procedimentos devem estar sempre de acordo com as leis governamentais de cada país e seguir as regras de demonstrações contábeis.

Os gestores da empresa contratante deverão ter em mente que a análise do auditor será transparente e totalmente baseada na atual realidade da corporação. O profissional deverá construir um relatório preciso expressando seu parecer a respeito do balanço financeiro auditado, entre outros fatores que afetam a confiabilidade do negócio.

Para realizar o procedimento de maneira correta, o auditor independente precisará ter acesso aos números contábeis da empresa e outras informações, como patrimônio e tributações pagas. 

Por via de regra, todos os auditores precisam ser membros de órgãos de contabilidade profissionais e reconhecidos legalmente. No Brasil, devem ser inscritos no Conselho Federal de Contabilidade (CFC).

Por que a auditoria independente é importante?

A auditoria independente é extremamente importante para melhorar a gestão da corporação e proporcionar certa segurança aos investidores. Como é realizada por um profissional de empresa terceirizada, há garantia de uma análise com total imparcialidade nos resultados.

Através da auditoria, os gestores poderão enxergar quaisquer falhas de operação e ter noção sobre seus impactos para a competitividade do negócio no mercado. 

O relatório emitido poderá guiar os profissionais de liderança na coordenação de suas equipes, a fim de que os procedimentos sejam voltados para resultados benéficos à companhia e que qualquer correção seja feita antes de gerar maiores prejuízos.

Ainda sobre as vantagens de contar com uma auditoria independente, receber a certificação de uma auditoria é algo bem visto no mercado por acionistas e investidores, isso porque haverá uma informação com alta credibilidade à disposição deles.

Como é o relatório emitido através da auditoria independente?

Como já foi dito, através da auditoria independente, o relatório emitido pelo auditor possui objetivo de fornece um parecer sobre a adequação dos processos, posição patrimonial e financeira, resultados fixos, mutações do patrimônio líquido e demais demonstrações financeiras da entidade auditada. 

Este relatório poderá ser divido entre dois ou mais parágrafos, para melhor compreensão do cliente, apresentando itens como:

  • Identificação das demonstrações contábeis e à definição das responsabilidades da administração e dos auditores;
  • Extensão dos trabalhos realizados;
  • Opinião sobre as demonstrações contábeis;
  • Posição patrimonial e financeira;
  • Resultado das operações para o período a que correspondem;
  • Mutações do patrimônio líquido para o período a que correspondem;
  • Origem das aplicações de recursos para o período a que correspondem.

Além disso, também pode haver variação no tipo de parecer apresentado pelo profissional. São definidos em quatro tipos diferentes:

  • Parecer com ressalva: é emitido quando o auditor conclui que qualquer discordância não é grave o suficiente para requerer um parecer adverso ou mesmo um parecer com abstenção de opinião;
  • Parecer adverso: é emitido quando o auditor verifica que as demonstrações contábeis estão incorretas ou incompletas;
  • Parecer com abstenção de opinião: é emitido apenas quando houver limitação significativa e que impossibilite o auditor de expressar opinião sobre as demonstrações contábeis, por não ter obtido comprovação suficiente para fundamentá-la;
  • Parecer sem ressalva: é emitido quando o auditor está convencido sobre todos os aspectos relevantes dos assuntos tratados no âmbito de auditoria. O parecer do auditor independente deve expressar essa convicção de forma clara e objetiva. 

Avalie esse texto e nos ajude a melhorar cada vez mais.

Nos ajude a melhorar o conteúdo desse texto! Envie um complemento ou correção por aqui para deixar esse conteúdo ainda melhor. Seu nome pode ser citado como revisor desse conteúdo com a sua permissão! ;)

Envie sua sugestão


Conheça também os termos relacionados