Open Nav

Auditoria Contábil

O que é Auditoria Contábil?

Auditoria Contábil é um processo que visa analisar a situação financeira de uma organização, como uma empresa. Esse processo possibilita verificar se os registros contábeis são precisos, identificar falhar nos controles e até mesmo reconhecer possíveis fraudes e outros atos de má-fé na gestão.


Como a Auditoria Contábil é feita?

A auditoria contábil é feita por um auditor, que é alguém formado em Ciências Contábeis e com registro no CRC.

Em geral, quando falamos em auditoria contábil, estamos nos referindo à auditoria externa má fé, ou auditoria independente, que é realizada por profissionais não ligados à empresa, para evitar conflito de interesses.

Porém, também está é cada vez mais utilizada a auditoria interna, feita por uma equipe de profissionais da própria empresa, cuja finalidade é, principalmente, fornecer informação para os gestores.

O auditor (e aqui estamos focando na auditoria externa) dedica-se a examinar os documentos contábeis da empresa. Em geral, o foco do exame são os fluxos de caixa, os balanços patrimoniais e as demonstrações de resultado do exercício

O auditor também pode realizar inspeções e apurar informações junto a fontes externas, caso considere relevante.

É importante ter em mente que a auditoria contábil pode ser feita em qualquer empresa, independentemente do porte ou de ter capital aberto ou fechado. 

Como a Auditoria Contábil beneficia a empresa?

A auditoria contábil é frequentemente vista como uma espécie de investigação, mas, na realidade, ela traz diversos benefícios à empresa:

  • No âmbito administrativo, é uma forma de identificar pontos de ineficiência e, assim, otimizar a gestão e as operações;
  • No âmbito fiscal, permite evitar erros no cumprimento de obrigações com o fisco, prevenindo eventuais penalidades;
  • No âmbito financeiro, aponta alternativas para a revisão dos gastos, de forma a melhorar os resultados em lucros;
  • No âmbito das relações institucionais, traz mais transparência e colabora para um clima organizacional positivo e para a imagem externa da empresa.

Quando deve ser feita uma Auditoria Contábil?

Existem situações em que a auditoria contábil é obrigatória.

A Lei 1.638 prevê que sociedades de grande porte (aquelas que tiverem, no exercício social anterior, ativo total superior a R$240 milhões ou receita bruta anual superior a R$300 milhões) são obrigadas a passar por auditoria independente, que deve ser realizada por um auditor registrado na CVM , independentemente de serem sociedades por ações ou não.

Além disso, a auditoria contábil também é um dos passos exigidos para qualquer a empresa que pretende fazer seu IPO.

Para além dessas situações de obrigatoriedade, existem outros casos em que fazer a auditoria pode ser do interesse da empresa ou de stakeholders externos. 

Por exemplo, se os sócios desconfiam de que pode estar havendo algum tipo de esquema de corrupção, a auditoria contábil pode confirmar ou eliminar as suspeitas, identificando inconsistências nos números.

Outro exemplo: se a empresa busca um investidor para obter recursos para um novo projeto, esse investidor pode solicitar uma auditoria antes de liberar o aporte, para ter certeza de que está colocando seu dinheiro em um negócio confiável.

Nesse caso, não se trata apenas de confirmar a idoneidade da empresa, mas também de identificar se ela é saudável, o que indica se os gestores tratam as finanças da empresa com responsabilidade.

Por que a auditoria contábil é importante para quem investe na bolsa?

Se você tem uma estratégia de investimento de longo prazo na bolsa, saber que as empresas passam por auditoria contábil (externa) é muito importante.

Afinal, você escolhe os ativos que vai comprar, especialmente ações, com base nas informações financeiras que as empresas fornecem e que elas mesmas produzem. Como você, que não pode fiscalizar a contabilidade, vai ter confiança nesses números para escolher onde colocar seu dinheiro?

A confiança vem, justamente, da auditoria. O investidor sabe que pode acreditar naqueles números, porque foram revisados por profissionais que seguem critérios rígidos de avaliação e atestaram que as informações divulgadas pela empresa são reais.

Como Investir nos Melhores Fundos

Avalie esse texto e nos ajude a melhorar cada vez mais.

Nos ajude a melhorar o conteúdo desse texto! Envie um complemento ou correção por aqui para deixar esse conteúdo ainda melhor. Seu nome pode ser citado como revisor desse conteúdo com a sua permissão! ;)

Envie sua sugestão


Conheça também os termos relacionados