O que são ativos tangíveis?

O balanço patrimonial de uma empresa geralmente é dividido em três grandes grupos: ativo, passivo e patrimônio líquido

O grupo ativo de uma empresa é composto por bens e direitos; algo que possui valor comercial e pode ser negociado entre dois agentes. Aqui, são divididos entre tangíveis e intangíveis.

Ativos tangíveis são bens de natureza permanente, utilizados para a manutenção da atividade da corporação e integridade do patrimônio. Ou seja, são bens concretos como imóveis, terrenos, máquinas, equipamentos, veículos, estoque, entre outros.

Esse grupo de ativos é adquirido com a intenção de realizar operações benéficas para a economia e manutenção comercial da empresa.

Uma das principais características de controle sobre um ativo tangível é a mensuração do seu período de depreciação. Para efeito fiscal, a lei determina e classifica cada tipo de bem por seu tempo de vida útil, definindo assim sua taxa de depreciação.

Essa taxa corresponde à dedução mensal do valor contábil de cada bem, para que ao fim de sua vida útil seu valor residual seja igual a zero. O objetivo da depreciação é garantir que, ao final da vida útil do ativo tangível, a empresa tenha uma reserva para adquirir outro e, assim, continuar a sua operação. 

Por exemplo, o tempo de depreciação de um imóvel difere totalmente do tempo de depreciação de um veículo. Existe ainda a possibilidade de prolongar a vida útil de ambos, com uma boa reforma ou troca de motor. Tais fatores influenciam diretamente sobre o valor da taxa citada.

Como Investir nos Melhores Fundos

Em alguns casos específicos, como de máquinas industriais, existe uma lei que autoriza – dependendo da máquina e do tipo de negócio – depreciar tal bem em taxas maiores que as normais, caso esses equipamentos sejam utilizados por mais de um turno operacional - isso garante que o balanço patrimonial reflita a realidade com maior precisão, uma vez que o valor de cada ativo tangível será sempre ajustado ao longo do tempo.

Vale ressaltar que nem todos os bens perdem seu valor com o passar do tempo, como por exemplo, os terrenos. Neste caso, não haveria o que se falar em taxas de depreciação, exceto no caso das empresas que trabalham com exploração de minas e jazidas. 

Todas as normas para registro, mensuração e avaliação de ativos tangíveis foram elaboradas pelo Comitê de Pronunciamentos Contábeis e estão dispostas pelo CPC 27.


Qual a diferença entre ativo tangível e ativo intangível?

Como já foi dito, ativos tangíveis são todos os bens materiais que podem ser tocados. 

Já os ativos intangíveis se tratam dos bens que, embora existam e também sejam de grande valor, são imateriais. Por exemplo: marcas, estratégias de mercado, princípios, integridade, tecnologia, recursos humanos e também o conhecimento gerado pelo aprendizado organizacional.

Ambos os grupos são importantes para o balanço patrimonial da empresa, já seu valor de mercado é definido mediante uma avaliação conjunta. 

Até à década de 1980, o valor de uma organização era composto em sua maior parte por bens palpáveis, representando quase 90% do total. Mas com a modernização e constante evolução tecnológica e de recursos didáticos, essa situação se transformou, fazendo com que 80% do valor das organizações seja agora composto por ativos intangíveis.

Termo do dia

Persio Arida

Conheça quem é o economista Persio Arida e seu papel na idealização e implementação do Plano Real.

Veja outros termos