Open Nav Logo Mais Retorno

Ativos

O que é Ativo?

Os Ativos de uma empresa nada mais são, do que seus bens e direitos. Então, dentro do grupo de Ativos de uma empresa podemos encontrar as contas:

  • Caixa
  • Banco (conta movimento, conta corrente e derivadas).
  • Investimentos
  • Estoque
  • Imobilizado
  • Recebíveis
  • Clientes

Existem ainda mais contas que podem ser integradas no grupo Ativo, mas as mencionadas formam as contas mais utilizadas nele.


Como funciona o ativo?

Dentro da contabilidade, a conta de ativo é utilizada para abrigar contas referentes aos direitos da empresa em questão.

Dessa forma existem os lançamentos, sendo que cada lançamento contábil é executado contendo duas contas (pode haver mais contas dentro de um lançamento, mas basicamente, são duas): um débito e um crédito.

Ao lançar valores que são referentes à conta banco, caixa, estoque, imobilizado, é natural que tais movimentações, isto é, tais lançamentos, sejam lançadas no ativo.

Desse modo o grupo Ativo vai sofrendo a influência dessas contas, sendo que o saldo final do Ativo pode aumentar ou diminuir, dependendo dos lançamentos.

Para que serve o ativo?

Dentro do Balanço Patrimonial, o Ativo é um dos grandes grupos. Na verdade, o Balanço Patrimonial é formado por dois grandes grupos;

  • Ativo
  • Passivo

No Ativo temos as contas referentes aos direitos da empresa. Então, quando alguém for analisar o Balanço, provavelmente será no Ativo que o interessado vai se concentrar para conseguir determinar os níveis de caixa da empresa e qual são os valores que a mesma tem a receber e coisas do gênero.

Basicamente o Ativo é uma parte do Balanço Patrimonial, sendo que o mesmo serve de análise para investidores e gestores que precisam avaliar quais são as condições patrimoniais da firma.

Tipos de ativos

O Ativo é um grupo do Balanço Patrimonial que é divido em dois subgrupos.

  • Ativo Circulante
  • Ativo Não Circulante

No Ativo Circulante temos o grupo onde ficam os direitos que podem ser realizados em menos de 12 meses.

Dentro de 12 meses o saldo da conta corrente pode ser acessado, ou seja, existem alguns clientes a receber que provavelmente vão cumprir suas obrigações junto à firma, inclusive investimentos e produtos no estoque que podem se tornar dinheiro antes de 12 meses.

Já com relação ao Ativo Não Circulante, temos diversos itens que ficam nesse grupo, sendo eu dentre eles o mais relevante é o Imobilizado.

Dentro do Imobilizado o contador lançará os equipamentos da empresa, máquinas, móveis e utensílios, enfim, todos os ativos duráveis da empresa.

Entende-se que ativos duráveis são aqueles que possuem uma duração superior aos 12 meses.

Porque o ativo?

O Ativo é importante, porque através dele você poderá analisar as condições dos bens e direitos da firma.

O Passivo também é relevante, pois se o seu passivo for alto, então, significa que o seu ativo pode estar bem comprometido.

Mas o que pode diferir nessa equação é a disposição dos números dentro do Balanço Patrimonial.

Ao contar com uma empresa que possui valores maiores no Ativo Não Circulante, a mesma pode estar com baixa liquidez.

Ou seja, se ocorrer à necessidade de conseguir um valor alto de caixa para quitar alguma obrigação, essa movimentação pode demorar muito, uma vez que os saldos mais altos da empresa estão no “Não Circulante”.

Por outro lado, uma empresa que possui um alto saldo no Ativo Circulante pode contar com certa facilidade em realizar mais investimentos, pagar de forma mais rápida os seus fornecedores e cumprir com suas obrigações.

 

Avalie esse texto e nos ajude a melhorar cada vez mais.

Nos ajude a melhorar o conteúdo desse texto! Envie um complemento ou correção por aqui para deixar esse conteúdo ainda melhor. Seu nome pode ser citado como revisor desse conteúdo com a sua permissão! ;)

Envie sua sugestão