O que é arbitragem?

A arbitragem pode ser traduzida como compra e venda de determinada moeda, mercadoria ou ainda outro valor do mercado. Ela é combinada com a venda simultânea em um preço superior e isso gera lucro para quem está realizando a operação.

Em outras palavras, arbitragem é composta pela compra e venda simultânea de um ativo para lucrar com a diferença entre os preços praticados em diferentes mercados.

É uma técnica que visa explorar as diferenças de preço de instrumentos financeiros idênticos em mercados diferenciados. A arbitragem existe como resultado das ineficiências do mercado e não existiria se o ele fosse perfeito.

Quando a arbitragem ocorre?

Ela ocorre quando um bem é comprado em um mercado e simultaneamente vendido em outro por um preço maior. A prática da arbitragem serve como um mecanismo para assegurar que os preços não desviem substancialmente do preço justo para longos períodos de tempo.

Com o avanço na tecnologia, ficou extremamente difícil gerar lucro devido a preços errados praticados no mercado.

Muitos traders têm visto sistemas de trading monitorarem flutuações em instrumentos financeiros similares. Quaisquer flutuações erradas do mercado são vistas logo que aparecem e a oportunidade é eliminada frequentemente em questões de segundos.

Qual é o risco da arbitragem?

A arbitragem é uma operação de risco reduzido, uma vez que se trata da compra de um ativo em um mercado para venda em outro. O que é aproveitado aqui é o tempo entre operações.

Qual é o exemplo de arbitragem?

Um exemplo bem básico desta prática seria a compra e venda de ações cotadas em mercados distintos. A pessoa, também chamado de arbitrado, compra a ação em um mercado e vende em outro obtendo um lucro específico.

Vamos supor que uma empresa tenha estoque valendo 20,00 reais em um mercado brasileiro e, ao mesmo momento, em outro mercado está valendo 20,05 reais.

Um trader faz exatamente isso: observa estas diferenças e usa da técnica de arbitragem para obter lucro em cima do bem, comprando no mercado mais barato para vender no mais caro.

Quais são os tipos de arbitragem?

Arbitragem Cambial: operação com o câmbio de moeda em dois mercados financeiros diferenciados;

Arbitragem de bolsa a bolsa: compra e venda de um ativo que esteja flutuando em diferentes bolsas;

À vista contra a prazo: busca aproveitar as oscilações dos mercados relacionados aos ativos a prazo (como no mercado futuro).

Onde achar oportunidades de arbitragem?

Operações de swap e long & short são formas comuns de se ganhar com a arbitragem.

Você pode realizar essas operações individualmente comprando e vendendo ativos pelo homebroker de sua corretora ou banco ou através de fundos de investimentos especializados.

O que é a convergência de preços na arbitragem?

Na prática da arbitragem tende a existir a convergência de preços. O que isso significa? Significa preços diferentes entre um mesmo ativo. E esses valores medem a eficiência do mercado.

Se uma diferença de preço é rapidamente eliminada, isso significa que o mercado é eficiente.

Há oportunidades dessa técnica em diferentes tipos de moedas, commodities, seguros, bens e assim por diante.

Para entender melhor esse conceito, veja nosso artigo completo sobre uso da arbitragem.