O que é a análise fundamentalista?

Ao contrário da análise técnica, a análise fundamentalista determina a saúde e a performance de uma companhia em questão. Ela olha indicadores econômicos.

O propósito principal é identificar fundamentalmente companhias fortes ou indústrias. Ou ela pode ainda identificar companhia e indústrias fracas. Os investidores geralmente investem em companhias fortes e pequenas do que as que são fracas.

Esse método de análise serve para produzir valor que um investidor possa comparar com o preço atual das ações.

Em outras palavras, é a análise dos fatos econômicos, políticos e de estrutura de uma empresa para que seu valor possa ser mensurado no mercado.

É uma análise que, na verdade, é um grupo de outras pequenas análises e que vai da macro para a microeconomia, finanças internacionais e ciência política e econômica.

O que determina a análise fundamentalista?

A análise fundamentalista determina a saúde e a performance da companhia através de um apurado de números e indicadores econômicos.

O propósito é mesmo fazer uma identificação de companhias fortes ou indústrias de grande poder que investidores gostariam de aplicar seu dinheiro.

Uma análise fundamentalista verifica certos fatores tais como aspectos econômicos, por exemplo, que corroboram no preço da ação da empresa analisada. Geralmente empresas fortes e, ao mesmo tempo pequenas, são mais passíveis de uma análise muito positiva. A análise fundamentalista é o oposto da análise técnica que verifica apenas dados de histórico de mercado, gráficos e volume.

Quais são as bases da análise fundamentalista?

Esta análise se utiliza de dados públicos, reais e avaliação do valor do título. Mesmo que alguns analistas utilizem análise fundamentalista para valorar as ações, esse método pode ser usado com qualquer tipo de análise. Por exemplo, um investidor pode fazer uma análise fundamentalista olhando fatores econômicos, como taxas de juros e o quadro geral da economia. Ele também pode olhar para as informações sobre o emissor de títulos, tais como possíveis mudanças nas classificações de crédito.

Exemplo de análise fundamentalista

O mercado como um todo possa ser avaliado por análise fundamentalista. Um exemplo disso, analistas olharem indicadores como S&P 500 em 8 Julho de 2016.

Durante esse tempo, o indicador subiu 2129.0 depois do lançamento de um relatório positivo de empregos nos Estados Unidos.

Na verdade, o mercado perdeu um novo recorde, chegando logo abaixo da alta de Maio de 2132.80 a surpresa econômica de mais de 287.000 empregos para o mês de Junho aumentou o valor de mercado das ações em 8 de Julho de 2016.

O que é análise de empresas?

Assim como dados históricos da economia e política, há também análise de empresas tipo: balanço, análise contábil. Tudo para verificar a situação do mercado, patrimônio e etc.

A análise de empresa é geralmente utilizada para sabermos o valor de mercado de uma determinada empresa e comparar a sua cotação atual de mercado.

Nessa análise fazemos uso do Balanço Patrimonial e identificamos alguns índices relativo às contas patrimoniais. Exemplo: índice de endividamento, capital circulante líquido entre outros indicadores.

Mas o analista fundamentalista não se baseia única e exclusivamente no Balanço Patrimonial, ele também vê distribuição de dividendos, entre outros fatos relevantes.

A partir desse ponto, o analista fundamentalista avalia o valor justo da empresa comparando-o com o mercado atual.

Em resumo, o que temos em relação a análise fundamental é que ela é, como dissemos, um agrupamento de evidências que vão desde a análise do macroambiente – economia, política – para o micro – análise empresarial.

Para quem está pretendendo investir em ações ou ainda em ETFs é primordial fazer essa avaliação antes de comprar, porque é uma forma mais segura de aplicação do seu dinheiro.

E, se você pensa que essa análise é difícil de se fazer, existem vários livros e apostilas de órgãos renomados tipo APIMEC e ANBIMA entre outros.

Basta colocar no Google e você também encontra análises feitas por especialistas.