Open Nav Logo Mais Retorno

Alfa de Jensen

O que é Alfa de Jensen?

Alfa de Jensen, ou simplesmente Alfa, é uma medida utilizada para determinar qual foi o excedente sobre o resultado estimado de um ativo.

Quando você investe em um ativo qualquer, com certeza tem uma expectativa do rendimento que pode ele gerar; quando o rendimento real supera a expectativa, dizemos que esse ativo gerou Alfa. Em outras palavras, houve um desempenho acima do esperado.


O cálculo do Alfa de Jensen

Para descobrir o Alfa de Jensen de um certo ativo, primeiro precisamos aplicar o modelo CAPM (Capital Asset Pricing Model), representado pela seguinte equação:

Rcp = Rlr + ß x (Rm - Rlr)

Nessa fórmula, temos cinco elementos:

  • Rcp é o custo do capital próprio, que corresponde ao retorno mínimo esperado pelo investidor, composto por duas remunerações: a remuneração pela espera e a remuneração pelo risco;
  • Rlr é o retorno que poderia ser obtido com um ativo livre de risco;
  • ß é um coeficiente usado para calcular o risco não-diversificável, isto é, o risco sistêmico de todo o mercado;
  • Rm é o retorno do mercado, que pode ser dado, por exemplo, pelo índice Bovespa

Depois de aplicar os valores e fazer esse cálculo, você chega ao Rcp que, como vimos, é o retorno mínimo esperado, certo? Pois então, para calcular o Alfa de Jensen do ativo, basta verificar a diferença entre esse valor e o retorno médio real (Rm) obtido pelo ativo.

Alfa = Rm - Rcp

Se a diferença for positiva, temos um ativo que gerou Alfa, isto é, com performance acima das expectativas. Se for negativa, temos um ativo com performance abaixo das expectativas.

Ainda é possível calcular a relação entre retorno mínimo esperado e retorno real em porcentagem, para ter uma noção mais precisa de quanto o desempenho superou as expectativas.

Comparando ativos a partir do Alfa de Jensen

Embora o Alfa revele a reação esperado x real, isso não significa que ele seja útil apenas para análises a posteriori. Na realidade, ele é uma ferramenta importante para tomar decisões de compra e venda de ativos e montar sua carteira de investimentos.

Comparar o Alfa de Jensen recente de dois ativos é uma boa forma de identificar qual deles está atravessando um bom período e representa uma oportunidade de compra atrativa. Ao mesmo tempo, entre os ativos que você já tem na sua carteira, a comparação dos Alfas pode revelar qual vale a pena manter e qual está na hora de vender.

No entanto, é importante lembrar que esse indicador é apenas uma referência. Afinal, são muitos fatores que afetam o desempenho e o retorno gerado por um ativo, e até pequenas variações nesses fatores podem ter um impacto imediato nos números.

Portanto, só porque um ativo gerou Alfa no último período, não podemos garantir que ele vai continuar apresentando uma performance superior às expectativas nos próximos! Da mesma forma, um ativo que não superou as expectativas pode, depois, gerar Alfa.

Alfa de Jensen histórico

Assim como a maioria dos indicadores financeiros, o Alfa de Jensen revela muito mais quando ele é analisado por um viés histórico, isto é, acompanhando os números ao longo do tempo.

Um ativo que gera Alfa de forma consistente em vários períodos é uma alternativa menos arriscada do que outro, que apresenta performance oscilante. Por outro lado, um ativo com performance oscilante pode até atingir Alfas maiores em certos períodos, mas estão associados a um nível de risco mais elevado.

Com isso, a análise do Alfa de Jensen histórico é uma boa ferramenta para identificar a melhor opção de ativos para se investir, de acordo com seu perfil de tolerância ao risco e sua estratégia de investimento.

Avalie esse texto e nos ajude a melhorar cada vez mais.

Nos ajude a melhorar o conteúdo desse texto! Envie um complemento ou correção por aqui para deixar esse conteúdo ainda melhor. Seu nome pode ser citado como revisor desse conteúdo com a sua permissão! ;)

Envie sua sugestão


Conheça também os termos relacionados