Última modificação em 7 de dezembro de 2020

O que é Acquirer?

Se você já realizou a compra ou venda de algum produto utilizando cartão de credito/débito, certamente tem uma leve noção sobre o assunto. Acquirer - ou adquirente na tradução literal - são companhias que atuam como intermediadoras dos pagamentos com cartão.

Você as conhece geralmente como as famosas "maquininhas". Algumas das principais acquirers no Brasil hoje são as seguintes: Rede, Getnet, Cielo e Stone. Cada uma delas tem suas características principais, assim como vantagens e desvantagens.

Como uma Acquirer funciona?

Para compreender de maneira prática o que é um adquirente e sua importância, vamos usar a seguinte situação: um cliente entra em um estabelecimento comercial, escolhe o produto que precisa e vai até o caixa realizar o pagamento com um cartão.

A maquininha onde foi inserido o cartão envia uma mensagem para a “bandeira” do cartão - Visa, Mastercard, Elo ou qualquer outra - solicitando que a transação seja autorizada. A bandeira, por sua vez, envia uma mensagem para o banco emissor do cartão, verificando se a autorização poderá ser aceita ou não.

Durante essa verificação será feita a análise da senha digitada pelo cliente, e também se existe saldo ou crédito suficiente para transação. Caso não haja problemas, o banco emissor dará permissão para a bandeira, autorizando o pagamento do cliente.

É nesse momento que a maquininha gera o comprovante de pagamento!

Após isso, a acquirer  repassa as informações da transferência novamente para a bandeira do cartão, que por sua vez as enviará para o banco do cliente. O banco repassa o valor da transferência para a empresa adquirente, que irá descontar uma taxa de serviço e repassará o restante para o comerciante.

Ele receberá em até 31 dias - a depender se o pagamento for feito no cartão de crédito ou no débito. Ou seja, acquirer é a empresa que faz a “conversa” com a bandeira e com banco do cliente para que a autorização seja efetuada, ou não.

Todo esse processo acontece em pouquíssimos segundos! Vale esclarecer que acquirer não é a maquininha propriamente dita, e sim a empresa que controla ela. Até porque, esse mesmo processo de “conversa” com a bandeira e banco, ocorre também nos pagamentos online, sem a necessidade de maquininhas.

Qual Acquirer escolher?

Se você tem um comercio - seja físico ou virtual - ou é prestador de serviços, por exemplo, com certeza irá se beneficiar com a contratação de uma adquirente, pois assim também conseguirá alcançar os clientes que utilizam apenas cartão no dia-a-dia.

Então, com várias opções de acquirers na mesa, qual deles será mais vantajoso para você e seu negócio? Para encontrar a resposta existem alguns fatores a serem levados em consideração:

Ao realizar uma transação, a adquirente fica com uma porcentagem do valor final. O tamanho dessa taxa é previamente definido no contrato. Ela varia de acordo com cada adquirente: algumas cobram taxas maiores se você optar por receber o pagamento antes de 31 dias, enquanto outras cobram taxas cada vez maiores de acordo com o número de parcelas.

Até no pagamento em débito as taxas variam.

Algumas adquirentes trabalham alugando a maquininha para você. Isto é, todo mês você irá pagar um valor para utilizar o serviço. Geralmente nessa modalidade de aluguel os valores das taxas tendem a ser menores, e caso você alcance a meta de vendas no mês, o aluguel da máquina não será cobrado.

Do contrário, quando você compra a maquininha não precisa se preocupar com o aluguel, pois a máquina já é sua.

A escolha de uma adquirente vai depender também do tamanho do seu faturamento. Algumas empresas oferecem taxas interessantes para um faturamento mensal de até R$5.000,00, enquanto outras são mais vantajosas para faturamentos acima de R$50.000,00.

Faça uma análise bem criteriosa desses fatores e você encontrará a adquirente que mais se encaixa no seu negócio.

Termo do dia

Opções Knock Out

O que são Opções Knock Out? As opções knock out fazem parte de um grupo específico, chamado de opções flexíveis. Sua principal característica está na negociação…