A indústria de fundos está se diversificando cada vez mais e várias categorias surgem.

Uma não muito conhecida, embora não seja necessariamente algo novo, é a de Fundos de Investimentos em Participações, ou simplesmente FIP.

Nossa missão é trazer sempre as melhores informações para você, investidor(a), ainda mais sobre um tipo de fundo importante, para inclusive fomentar nossa economia.

Você vai entender melhor ao longo do texto, além de ver se pode considerar essa categoria de investimentos também para sua própria carteira.

Por isso, continue lendo para saber mais sobre:

O que é um fundo de investimentos em participações
Vantagens dos FIPs
Desvantagens dos FIPs
Vale a pena investir em FIP?

O que é um fundo de investimentos em participações

O que é um fundo de investimentos em participações

A B3 define os fundos de investimentos em participações como comunhão de recursos destinados a aplicação em empresas, sejam abertas, fechadas ou sociedades limitadas.

Colocando objetivamente, o FIP se trata de um fundo de investimentos que faz aplicações em empresas seja por ações, debêntures, ou partilhando sociedade.

Coloquei que o investimento pode ser feito em companhias abertas, mas o mais comum é que fundos em participações invistam em empresas fechadas.

Uma modalidade mais famosa de FIPs são os chamados Private Equity.

Ou seja, o fundo compra uma parte da empresa e vira sócio da mesma. Assim, o fundo terá influência de decisões estratégicas nessa empresa e a usará para tomar decisões que alavanquem o desempenho dela.

Após essa “reformulação” que o fundo faz, ele poderá vender a sua participação por um valor eventualmente maior, caso consiga de fato impulsionar a companhia.

Basicamente um private equity funciona dessa forma e os fundos em participações podem ser entendidos assim também. Compram Participações (desculpe a redundância, mas fica mais fácil gravar assim) em empresas e ganham com a melhora de gestão delas.

É por isso que escrevi no início do texto que o fundo desempenha um papel importante para economia. Ora, quanto mais as empresas forem eficientes, mais a economia evoluirá de forma sustentável.

A melhora da produtividade das empresas é o que torna um país mais rico a longo prazo. Esse é justamente o papel que esses fundos desempenham.

Vantagens dos FIPs

Vantagens dos fundos de investimentos em participações

Na minha opinião, a principal vantagem dos fundos em participações está na própria forma como operam.

Esses fundos conseguem participar da fase de maturação de uma empresa, ou seja, pegam a empresa em fase de expansão plena. O potencial de ganho é bastante relevante.

Não é raro que os FIPs participem de todo o processo de crescimento da empresa e no fim levam a mesma até a realizar IPO (lançar ações para o mercado como um todo).

Imagine que um fundo começasse a investir em uma empresa que era de fundo de garagem, a levando a crescer até lançar ações no mercado.

Agora imagine o tanto de crescimento em valor que essa empresa angariou e, consequentemente, também o quanto o fundo que teve participação nela gerou de resultado.

A segunda vantagem é que esses fundos têm profissionais muito qualificados e quando adquirem participações e passam a deter gerencia sobre as decisões da empresa, a gestão se torna muito mais profissional e qualificada.

Desvantagens dos FIPs

Desvantagens dos fundos de investimentos em participações

Tudo tem um preço, claro. E aqui não é diferente.

Claro que citei como uma vantagem o fato de participar da expansão de uma empresa. Mas isso também constitui um risco.

A empresa ainda não é consolidada no mercado, ainda pode passar por turbulências e essas turbulências tendem a afetar mais empresas em maturação.

Ou seja, falando diretamente, existe o risco de o fundo investir em uma empresa que não “vingue”. Assim, além do dinheiro que o fundo desembolsou não voltar, perdeu-se tempo também.

Outra desvantagem é a falta de liquidez desse tipo de fundo.

Até por não ser uma categoria muito conhecida de fundo ainda, a falta de liquidez está presente aqui.

Caso o investidor precise retirar seu dinheiro e vender suas cotas, é possível que não haja compradores naquele momento.

Por fim, vale ressaltar que infelizmente a aplicação em fundos de investimentos em participações é restrita a investidores qualificados.

Vale a pena investir em FIP?

Vale a pena investir em fundos de investimentos em participações

Como sempre, essa resposta guarda um grau de subjetividade grande.

Minha opinião direta, até por ser um crente de produtividade como motor da economia, é que sim, vale a pena investir em fundos de investimentos em participações.

São empresas pequenas que giram a economia e têm um potencial de crescimento grande.

Apenas pondero que a performance desses fundos está bem atrelada ao ciclo da economia.

Caso o crescimento econômico esteja pujante, a probabilidade de as empresas em fase de crescimento atingirem a maturidade é bastante grande e assim o fundo irã ter ganhos substanciais.

Por outro lado, com economia deprimida, essas empresas terão dificuldades de crescimento, dificultando o desempenho desses fundos.

Além disso, outro ponto favorável a se investir nesses fundos é a possibilidade de diversificação.

Trata-se de uma aplicação ainda não muito conhecida das pessoas e que pode ser uma alternativa interessante, principalmente em momentos de recuperação econômica.

É claro que como esse é um investimento de renda variável de risco relativamente elevado, é muito importante que você saiba se esse tipo de fundo é adequado ao seu perfil de investidor.

Atualmente alguns FIPs já são negociados na bolsa brasileira e você pode investir facilmente através do home broker do seu banco ou corretora. Abaixo listamos os fundos negociados hoje no Brasil:

FundoCódigo
FIP CONQUESTFCCQ
FIP BKO BREIBKOI
FIP IE IESUU
FIP IE IIESUD
FIP IE IIIESUT
FIP XP OMEGAXPOM
FIP NVRAPOSONVRP
FIP INSTITUTOPEQ
FIP OPP HOLDOPHF
FIP PORT SUDFPOR

Conclusão

Fundos de investimentos em participações são uma modalidade de fundos conhecidas como Private Equities e que ainda tendem a ganhar espaço no universo dos investidores.

Esses fundos participam ativamente do crescimento de empresas até a sua fase de maturação e potencial IPO.

O potencial de ganho é bastante grande, porém esses fundos são bem sensíveis ao nível de atividade econômica.

Mas e aí, ainda ficou com alguma dúvida sobre esse assunto? Comente abaixo o que achou desse texto!

Compartilhe esse conteúdo com mais investidores que você deseja ajudar obter Mais Retorno entendendo os fundos de investimentos em participações:

Avalie esse texto e nos ajude a melhorar cada vez mais:

O que são Fundos de Investimentos em Participações – FIPs
5 (100%) 5 votos