Sou economista, mas ainda me lembro um pouco das aulas de física.

Lembro que para mover um objeto pesado, era necessária uma grande força (ok, não precisa estudar física para supor isso). Mas lembro também que com uma alavanca, esse objeto, mesmo que muito pesado, tornava-se mais fácil de ser movido.

Ou seja, a alavanca impulsiona sua força!

Você pode naturalmente pensar: “isso é um blog de finanças, não de física oras, o que esse rapaz está dizendo?”

Usei o exemplo apenas porque a alavanca está na palavra do assunto de hoje: alavancagem financeira.

E isso não é por acaso, aqui a alavanca tem o mesmo intuito: te impulsionar!

Mas impulsionar o que? Como isso pode ocorrer? Uma alavanca às vezes pode quebrar, que cuidados devo tomar?

Calma! Vamos verificar tudo isso.

Por isso, continue lendo para saber mais sobre:

  1. O que é Alavancagem
  2. Como realizar alavancagem
  3. Tipos de Alavancagem
  4. Cuidados para se operar com alavancagem

O que é alavancagem financeira

O que é Alavancagem Financeira

Assim como no exemplo da física, que a alavanca amplia sua força, a alavancagem financeira também segue um caminho parecido. Mas como é uma alavanca financeira, o que ela impulsiona são os seus recursos financeiros.

Trata-se de um método para se utilizar mais dinheiro do que você possui. Ou seja, posso investir mais do que eu tenho no bolso.

Ué, mas eu consigo fazer isso de qualquer forma – você pode pensar – basta que eu tome um empréstimo no meu banco (e espero que você só utilize isso para alguns tipos de crédito, como o imobiliário, mas isso é assunto para outro texto).

Enfim, alavancagem é uma forma de se endividar também, mas de uma forma inteligente. O objetivo-fim do endividamento será apenas para aplicar os recursos em vista de obter um ganho maior.

Afinal, você já deve ter notado que quanto maior a quantidade aplicada, maior será o ganho total no fim da aplicação.

Por exemplo, imagine que você disponha apenas de R$ 1.000,00.

Naturalmente, você poderia pensar que com apenas esse valor seus ganhos seriam muito pequenos.

Afinal, mesmo que tivesse 100% de retorno, o que seria um grande feito, teria um adicional no seu patrimônio de apenas R$ 1.000,00.

No entanto você percebe na sua corretora que pode alavancar em até 5 vezes o seu investimento. Agora você disporá de R$ 5.000,00, o que certamente melhoraria seu ganho no final.

Mas de onde surgiu esses R$ 4.000,00 a mais. Mágica? Quem dera, não é mesmo?

Veja a seguir com detalhes como a alavancagem pode ser feita.

Como realizar alavancagem

Como realizar Alavancagem Financeira

A alavancagem é utilizada, em geral, em operações que você não precisa desembolsar os recursos para se endividar. Você se endivida, já utiliza os recursos para o investimento, e paga o “empréstimo” apenas quando receber o dinheiro de sua aplicação.

Dessa forma, a alavancagem é utilizada principalmente em operações de day trade, que são bastante rápidas.

Nessas operações, você compra e vende os papéis no mesmo dia e assim a liquidação também será feita em conjunto. Dessa forma, você receberá apenas a variação de seu investimento.

Veja um exemplo para ficar mais fácil.

Suponha que você tenha apenas aqueles R$ 1.000,00, mas faça operações de compra de R$ 5.000,00 no mercado acionário.

Suponha agora que a ação suba 10% depois de uma hora e você as venda. Ou seja, seu montante de venda será de R$ 5.500,00 e sua compra será de R$ 5.000,00.

Assim, você ganhou 10% (R$500,00) mesmo sem ter os R$ 5.000,00 para investir.

Quando ocorrer a liquidação você receberá 5.500,00 e então usará parte desses recursos para pagar a sua liquidação e ainda ficará com o saldo (R$ 500,00). Ou seja, você angariou um lucro de 10% em cima de 5.000,00 e não em cima de R$ 1.000,00 (que seria o dinheiro que você tem e te daria um lucro de apenas R$ 100,00).

Agora perceba que os R$ 500,00 de lucro que você teve representam 50% de ganhos em relação aos R$ 1.000,00 que você tinha originalmente!

Para conseguir essa alavancagem, a bolsa exige uma espécie de cheque-caução. Esse cheque é chamado de margem de garantia.

Essa margem de garantia assegura que você conseguirá honrar com aquela operação. É o seu “fiador”.

A margem de garantia não precisa necessariamente ser dinheiro, mas pode ser também algum outro ativo que você tenha, seja, título público, CDB, ou algum outro tipo de investimento.

Tipos de alavancagem

Tipos de Alavancagem Financeira

Existem alguns mercados onde a alavancagem é mais comum. Veja a seguir algumas situações onde ela ocorre e como você pode fazê-la.

Day trade: como disse, a aplicação mais conhecida de alavancagem é a de day trade. Nela, por ser uma operação rápida e com liquidação no mesmo momento, você consegue operar apenas a oscilação do ativo.

Alavancagem de Short Selling: Vá se acostumando, “Short” significa “vendido”. Dessa forma, esse tipo de alavancagem consiste em vender um ativo que você não tenha e depois recompra-lo por um preço mais barato. Não é preciso ir muito longe para perceber que com essa estratégia, o investidor está apostando na queda desse ativo. Também são operações comuns de serem feitas como day trade. Caso a estratégia dure mais de um dia, naturalmente você terá que entregar aquela ação que você vendeu, mas como não a tem, recorrerá ao mercado de BTC, onde é possível alugar a ação. Depois quando a recomprar, basta a devolver para o locatário.

Mercado Futuro: Como o próprio nome diz, trata-se de um mercado onde a liquidação financeira ocorrerá apenas em uma data posterior de quando foi feita a operação. Dessa forma, você pode comprar e vender contratos futuros, liquidando-os apenas numa data futura (desculpe a obviedade dado o nome do contrato). A liquidação total irá acontecer no futuro, mas lembre-se que existe o ajuste diário, em que você paga a diferença entre o seu preço de compra (ou venda) e o preço de mercado. Repare, porém, que essa diferença corresponde uma parte menor do que o contrato total. Imagine que você vendeu ações no futuro por R$ 10,00 e a ação amanhã oscilou para R$ 12,00. Você pagará um ajuste diário de R$2,00. Entretanto, o financeiro total de sua operação é muito maior (R$10,00). Você ainda pode fazer a operação de short selling no mercado futuro, por exemplo, e não ter de recorrer ao mercado de BTC (aluguel).

Opções à descoberto: o mercado de opções, como qualquer outro, tem a característica de ter dois agentes: o lançador e o titular. Uma operação com opções a descoberto é feita pelo lançador. Ele lança a opção sem ter o ativo objeto, ou seja, o ativo que garante a opção. O racional por trás disso está em negociar o preço da opção e não do ativo objeto. O lançador a descoberto de uma opção de compra, tem a expectativa de que o preço do ativo objeto caia e, consequentemente, também da opção. Assim, poderá comprar essa opção no futuro por um preço menor e ter a operação garantida. Caso as opções vendidas se valorizem acima do preço vendido, o investidor tem prejuízo na operação.

Por exemplo, você faz o lançamento descoberto de uma opção a R$ 3 na expectativa de que a ação vá se desvalorizar. A ação desvaloriza e você recompra as mesmas opções a R$ 1, tendo, portanto, um lucro na operação de R$ 2,00. É possível dizer que essa é uma operação alavancada, pois você pode lançar quantas opções quiser para colocar dinheiro no bolso, mas se a operação der errado e o lançador for exercido (quando o titular usa o direito dele), o prejuízo da operação pode ser infinito!

Termo: o mercado a termo é uma forma de você pegar um empréstimo para comparar ações com pagamento no futuro com uma taxa de juros. A ideia é que você possa investir um valor maior do que tem de patrimônio em ações, apostando na elevação dos preços ao longo de um determinado período. Como você estaria investindo um valor muito maior de dinheiro, seus ganhos (ou prejuízos) também são naturalmente muito maiores.

Fundos: Um fundo de investimento segue a lógica de se terceirizar toda a gestão de seus recursos. Aqui não é diferente, você pode se alavancar operando em um fundo que admite e assume de fato a alavancagem. Os gestores poderão escolher qualquer uma das formas de alavancagem descritas até aqui. Para verificar se um fundo está alavancado, você pode olhar em sua política de investimentos, além disso, pode avaliar também onde seu fundo investe. Para verificar se o fundo está alavancado, dessa forma, basta olhar a participação dos ativos em sua carteira. Se a soma das partes der mais que 100%, o fundo está operando alavancado.

Cuidados para se operar com alavancagem

Cuidados para operar com Alavancagem Financeira

A alavancagem financeira é um instrumento poderosíssimo para impulsionar ganhos no mercado financeiro.

Isso é ótimo quando a operação vai para o lado que você imaginou, mas é uma faca de dois gumes.

Afinal, as perdas também serão impulsionadas caso elas ocorram.

Lembra do exemplo do começo do texto? Se você tivesse perdido 10% em vez de ganhar, então metade do seu patrimônio teria ido para o espaço com uma perda de 50%!

Em casos extremos, é possível perder até mais do que se investiu! Bastava que naquele exemplo você perdesse 30% e para ficar devendo R$ 500,00 para sua corretora.

Isso obrigaria o investidor a tirar outros recursos para bancar tal operação.

É por isso que a bolsa exige a margem de garantia.

Nesses casos, a margem de garantia será executada e esse “cheque-caução” cobrirá as operações.

Conclusão

A alavancagem financeira dos investimentos é um método de operação muito eficaz para impulsionar ganhos. Investidores que não tenham muitos recursos podem utilizar dessa estratégia para conseguir lucros maiores.

No day trade, por exemplo, é muito comum se utilizar esse método, assim como no mercado futuro. Através desse método, será possível investir além do que você tem disponível.

Assim como os ganhos são turbinados, as perdas também o serão. Por isso, o método de alavancagem implica riscos relevantes que podem resultar em perda de patrimônio.

Conhecer esse instrumento é de extrema relevância antes de operar dessa forma.

Ficou com alguma dúvida ou quer contribuir mais com o assunto? Comente abaixo!

Compartilhe esse conteúdo com mais investidores que você deseja ajudar a obter Mais Retorno com a estratégia de alavancagem.

Avalie esse texto e nos ajude a melhorar cada vez mais:

Alavancagem financeira: entenda o que é e para que serve
4.6 (92.5%) 8 votos