Open Nav

É possível viver de Day Trade? Entenda sobre o cenário e oportunidades

Por:
05/05/2020

A resposta para a pergunta do título desse artigo é SIM.

Opa!

Agora vamos para a pergunta que realmente importa: você vai conseguir?

A resposta é: muito provavelmente NÃO.

O retorno da primeira pergunta só foi sim porque a probabilidade é diferente de zero. Mas ela não é alta.

Pois é, sinto estragar seu barato, mas essa é a dura realidade. Talvez você já soubesse, ainda que intuitivamente. Talvez tivesse a esperança de chegar aqui e ler o segredo do Day Trade.

Se ele existe, provavelmente ninguém ou poucos descobriram.

Certo, foi muito categórica essa resposta, não? Você já viu diversos cursos na internet, diversos profissionais reforçando que conseguem viver de Day Trade.

Eventualmente até conhece alguns, mesmo sem nunca ter visto uma nota de corretagem, ou só visto aquelas vencedoras.

Conhece algum famoso que já mostrou todas as operações ao longo de, pelo menos, um ou dois anos? Se a minha memória estiver me traindo, por favor, deixe nos comentários.

Os casos a favor do enriquecimento via day trade não parecem ser abundantes, mas já os casos que falharam são inúmeros. E isso sim está muito bem documentado.

Mais de 90% das pessoas que tentam day trade perdem dinheiro

day-trade-perder-dinheiro

Agora a conversa começa a ficara mais séria. De onde essa estimativa número? Tirado da cartola?

Não.

É resultado de um estudo muito sério elaborado com dados da CVM (sim, a própria!) por profissionais da EESP-FGV (Fernando Chage e Bruno Giovannetti) e da FEA-USP (o sempre ótimo Rodrigo De Losso).

Esse estudo rodou bastante o noticiário durante 2019, quando foi divulgado em forma de texto para discussão.

Faz sentido retomá-lo agora, em períodos de alta volatilidade, quando alguns investidores acreditam que farão dinheiro aproveitando as “oportunidades” diárias.


Os resultados do estudo

resultado-estudo-day-trade

Ao avaliar os day trades entre o período de 2012 e 2017, o estudo “Day Trading for a Living?”, elaborado pelos autores acima, mostra como a situação desses investidores foi adversa.

A base com que eles trabalharam era realmente muito rica, contendo todos os negócios diários de contrato futuro do Ibovespa no período (o mini índice, extremamente apetitoso para os day traders aqui no Brasil).

Dessa forma, eles avaliaram todos os indivíduos que começaram a fazer day trade no período, avaliando um corte de tempo entre 2013 e 2015, para que eles tenham dias suficientes para avaliar a performance.

A composição dos day traders é a seguinte: 5,7% negociaram apenas uma vez nesse período; 50,8% tiveram de 2 a 50 tentativas de day trade; 15,8% entre 51 e 100; 13,9% entre 101 e 200; e 5,9% entre 201 e 300 (os corajosos!).

Quase um terço da base tentou entre 50 e 200 day trades, o que é realmente impressionante, mostrando até certa persistência do investidor.

O que essa divisão nos diz?

divisao-day-trade

Feito essa tal divisão em grupos pelo número de tentativas, os estudiosos perceberam que quanto mais tentativa eram feitas, menor o número de dias em que eles conseguiam apresentar uma performance positiva.

Em outras palavras, além de estarem perdendo grana, eles não estavam aprendendo com os próprios erros.

Pois é, você poderia pensar: o investidor está insistindo pelo fato de estar aprendendo com os erros, domando seus vieses comportamentais etc.

A partir dos 50 ou mais trades, o número de dias em que ele apresenta performance positiva já fica inferior a 10%.

É como se estivesse pagando para dar liquidez ao mercado.

Mas não, ele apenas está dobrando a aposta no erro.

Quer mais números impressionantes? Nesse período, apenas 17 dos 1551 traders (ou 3%) que operaram mais de 300 day trades chegaram a ganhar ao longo do mês o equivalente ao salário mínimo brasileiro.

Fica difícil pensar em viver apenas de day trade com dados desanimadores nesse sentido. Tem gente que conseguiu render positivamente? Sim, sempre tem.

Mas é um grupo tão restrito, que fica até difícil não dizer se o acaso que beneficiou esses. Lembrando que o acaso até premia algumas pessoas na Mega Sena.

Aliás, a expectativa de lucro de uma pessoa que compra jogos da Mega Sena duas vezes por semana durante um ano é superior àquele que faz mais de 100 day trades num ano.

Mesmo tendo uma probabilidade menor de ganhar, o custo operacional também é bastante inferior.

Outro ponto relevante do estudo é que além de ter uma coleção gigantesca de operações reais, eles decidiram não computar uma parte dos custos operacionais, de forma ainda dar uma “vantagem” para o trader.

O resultado real provavelmente é ainda pior.

Ainda assim, há oportunidades em 2020?

oportunidade-2020

Se você estava pensando em 2020 com um ano bom para tentar buscar oportunidades em day trade, cabe lembrar que estamos com uma volatilidade muito maior do que o período avaliado pelo estudo.

O VXEWZ, que seria a versão brasileira do índice VIX (isso, aquele lá do medo, que mensura a volatilidade), foi de 32 na média entre 2012 e 2017, sendo que até agora em 2020 (até 24 de abril) estamos com uma média de 55, o que ressalta como a situação agora é mais perigosa.

As oportunidades podem ser maiores? Sim. Mas os riscos também são muito superiores, e vários vieses comportamentais podem fazer errar a mão nesses momentos.

O que fazer então?

o que fazer -day trade

Agora que espero ter diminuído seu ímpeto para o acúmulo de riqueza e sucesso financeiro por meio do day trade, vale a pena lembrarmos os meios mais tradicionais.

Uma carteira diversificada não só por várias classes de ativos diferentes, como ações, renda fixa, moedas, ativos imobiliários, mas também os diversos tipos de fundos de investimento que temos no mercado.

Sempre alinhando e temperando sua composição de acordo com o seu perfil de risco. E acredito, nós somos muito mais conservadores do que pensamos. As crises costumam nos revelar isso.

Sem falar nos aportes frequentes, permitindo o rebalanceamento da carteira. É quase um hábito do investidor, que é confrontado com suas obrigações perante ao seu próprio dinheiro o tempo todo.

Diferente do day trade, há muitos mais casos de sucesso de investidores conseguindo bons rendimentos com essas estratégias mais tradicionais, e com menor exposição ao risco.

Bater o mercado é muito mais difícil do que parece.

Conclusão

Os números e a experiência dos nossos investidores não jogam a favor de quem acredita ser possível viver de day trade.

A probabilidade de você terminar essa história perdendo dinheiro ou, com muita sorte, muito esforço, ganhando o equivalente ao salário mínimo é muito alta.

Isso não quer dizer que você nunca deve fazer day trade. Apenas que não deve ser sua estratégia principal para o acúmulo de riqueza. A relação risco e retorno costuma ser uma das piores possíveis.

Queria poder dizer o contrário, mas os números não me deixam.

Estamos sempre em busca daquela tacada perfeito, daquela bala de prata, que quase que da noite para o dia nos fará mudar de posição social. Se você está na busca disso, recomendo procurar uma casa lotérica.

Como Investir nos Melhores Fundos

Avalie esse texto e nos ajude a melhorar cada vez mais.

Leia também:

Sobre o autor

  • Arthur Lula Mota
  • Economista, já atuou no mercado financeiro e em departamento econômico, com elaboração de cenários macroeconômicos e estudos setoriais. Atualmente é Mestrando em Economia pela Universidade de São Paulo (USP) e dono de um dos maiores sites independentes de economia no Brasil – o Terraço Econômico.

Deixe seu comentário aqui

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Deixe seu e-mail e receba conteúdos antes de todo mundo.

100.000 investidores já fizeram isso!