É possível PERDER dinheiro com o Tesouro SELIC (LFT)? A resposta vai te surpreender!

É possível PERDER dinheiro com o Tesouro SELIC (LFT)? A resposta vai te surpreender!

Se você investe nas Letras Financeiras do Tesouro (LFT), certamente já conhece as vantagens oferecidas por esse ativo como liquidez e a segurança de investir em títulos oferecidos pelo próprio governo nacional.

No entanto, muitas pessoas pensam que esse é um investimento sem qualquer risco, o que não é verdade para nenhum tipo de investimento — nem mesmo para a caderneta de poupança. O Tesouro Selic pode, inclusive, apresentar rentabilidade negativa.

Isso mesmo! A sua aplicação de emergência, com viés mais conservador possível, também oferece seus riscos.

No vídeo de hoje, nosso especialista Felipe Vieira explica o porquê isso acontece e se realmente merece algum tipo de preocupação adicional. Vem conferir o vídeo completo!

Você já ouviu falar nas LFTs?

As Letras Financeiras do Tesouro (LFT) são chamadas atualmente de Tesouro Selic para quem investe pelo Tesouro Direto. O motivo é o seu funcionamento que, afinal, basicamente replica o desempenho da taxa básica de juros, a Taxa Selic, configurando-se em um título essencialmente pós-fixado.

Considerando esse cenário de acompanhamento da taxa de juros e também o fato de que o título é emitido por um dos credores mais confiáveis do país (o próprio governo), torna-se realmente um ativo bastante seguro e, inclusive, muito utilizado para reserva de emergência.

No entanto, algo que costuma passar despercebido, a rentabilidade da LFT não é apenas uma cópia da Taxa Selic. Há um prêmio de risco oferecido pelo governo que é acrescido à taxa básica de juros do Brasil. Ou seja, uma parte dos ganhos se baseia em uma taxa prefixada.

Você mesmo pode perceber que, ao investir no Tesouro Selic pela sua corretora, a rentabilidade é informada, por exemplo, como "Selic +0,02". Isso significa que, neste caso, teríamos o rendimento de 100% da Taxa Selic acrescido a 0,02%.

Além disso, como é comum com ativos de renda fixa, o Tesouro Selic possui uma data de vencimento — o dia em que o governo devolverá o seu dinheiro com o acréscimo dos juros. Acontece que você não precisa aguardar esse prazo: é possível negociá-lo a qualquer momento no mercado secundário, vendendo a sua LFT a outros investidores.

A questão é que, para vender o seu título, você vai se expor à clássica relação entre oferta e demanda. Ou seja, quanto vale a sua LFT no dia da negociação. Para isso, é importante entender a marcação a mercado, forma de precificar os títulos oferecidos pelo Tesouro Nacional diariamente.

Mas pergunta que fica é: afinal, é possível ter rentabilidade negativa no Tesouro Selic? E a resposta, como talvez você já saiba, é positiva, mas cabem ressalvas.

E para entender melhor, assista o vídeo completo!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *