Do mil aos sete milhões – Estratégia da R&C FIM com Cláudio Coppola

Do mil aos sete milhões – Estratégia da R&C FIM com Cláudio Coppola

Do mil aos sete milhões – Estratégia da R&C FIM com Cláudio Coppola

Do mil aos sete milhões, é possível?

"O principal juiz deste mercado é o preço" - Cláudio Coppola

Com grande experiência no mercado, Cláudio iniciou sua trajetória no setor bancário para depois trilhar para o empreendedorismo criando a RC - Gestão de Recursos. Com três fundos principais a gestora conta com estratégias como índice futuro, dólar e S&P.

Neste bate papo com Felipe Vieira, especialista de investimentos do Mais Retorno, Coppola contou sobre sua trajetória e os processos para o desenvolvimento da RC. Em relação aos fundos, utilizam como parâmetro a descorrelação e volatilidade para obter uma rentabilidade melhor.
Como você pode ver no vídeo, nem tudo são flores, pois com alto risco ele pode conseguir grandes resultados, mas também grandes perdas. Você teria coragem de investir em um fundo desse?
E por falar nisso, você já sabe qual é o seu perfil de investidor?
O nosso entrevistado Cláudio Coppola tem um perfil agressivo.

O que é o perfil agressivo?
Perfil agressivo é o nome dado a um tipo específico de investidor, categorizado conforme a sua tolerância ao risco e de quanto da previsibilidade ele está disposto a ceder em troca de maior rentabilidade em seus investimentos.

Nesse caso, o investidor tem a maior tolerância ao risco dentre todos outros perfis de investidor, de modo que mesmo tendo alguns títulos mais seguros compondo a sua carteira, o seu foco é outro: os ativos mais arriscados, e por isso com maior possibilidade de lucro do mercado financeiro.

Dica: Crie uma estratégia para os seus investimentos!

Claudio passou por diversas crises no mercado interno e externo, como queda do S&P, eleições, subprime, entre outros e aprendeu a gerenciar estes períodos de oscilação.

Confira o fundo que chegou aos sete milhões (R&C FIM) clicando aqui: https://maisretorno.com/fundo/rc-fim

Ainda com dúvidas? Nos mande um e-mail [email protected]

Descomplicando a Bolsa de Valores

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *