CORRELAÇÃO nos investimentos: Como diversificar DE VERDADE sua carteira!

CORRELAÇÃO nos investimentos: Como diversificar DE VERDADE sua carteira!

Você já ouviu falar em correlação nos investimentos? Esse é um conceito extremamente importante na hora de montar uma carteira diversificada, mas em muitos casos acaba ficando em segundo plano ou até mesmo ignorado.

No vídeo de hoje nosso especialista em investimentos, Felipe Vieira conta como funciona a correlação. Vem conferir!

Quando a correlação fica em segundo plano, o principal efeito é uma exposição ao risco muito maior do que você mesmo imagina. Assim, em períodos de crise ou turbulência, o susto pode ser grande.

Para evitar esse tipo de situação, nesse vídeo você entenderá tudo sobre o que é correlação e qual a sua importância na montagem da sua carteira de investimentos.
Mas antes é preciso entender: o que é correlação?

A correlação é um conceito estatístico que visa compreender a relação que existe entre duas variáveis. No caso do Mercado Financeiro, essa é a abordagem para entender o comportamento entre dois ativos.

Ou seja, significa entender se os dois ativos apresentam um comportamento semelhante ou diferente de acordo com os acontecimentos econômicos.

Neste sentido, ao avaliar esses ativos, podemos encontrar dois tipos de correlação:

- Correlação positiva
- Correlação neutra
- Correlação negativa

  • É importante atentar-se a causalidade.

Agora que você já conhece os dois lados da correlação, talvez tenha percebido como ela é importante na hora de diversificar a sua carteira.

Pontos importantes para saber se a minha carteira de fundos de investimentos é diversificada

  • Selecionar fundos para análise de correlação
  • Entender a correlação dos fundos de investimentos

ATENÇÃO: na nossa plataforma de fundos você tem a oportunidade de comparar seus fundos de investimentos, além de realizar análise de indicadores e o gráfico de correlação.

Clique aqui para acessar.

Gostou? Quer saber ainda mais sobre este tema? Deixe nos comentários ou acesse.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *