Como Petrobrás PETR4 e Vale VALE3 estão reagindo ao Coronavírus?

Como Petrobrás PETR4 e Vale VALE3 estão reagindo ao Coronavírus?

Como Petrobrás PETR4 e Vale VALE3 estão reagindo ao Coronavírus?

Ibovespa caindo quase 5% e agora?

Dizem que o ano começa mesmo só depois do carnaval e não é que isso aconteceu mesmo?

Após esse período festivo aqui do Brasil, o mercado do brasileiro e do mundo vem sofrendo muitas oscilações por conta do coronavírus (uma grande família viral que causam infecções respiratórias em seres humanos e em animais. Geralmente, infecções por coronavírus causam doenças respiratórias leves a moderada, semelhantes a um resfriado comum).

E este cenário tem impactado diversas empresas na bolsa de valores. Recebemos inúmeras perguntas aqui sobre as quedas de empresas como Petrobrás e Vale, saiba quais foram as respostas do nosso especialista em investimentos Felipe Vieira:

Qual o motivo das quedas e porque elas continuam caindo?

O coronavírus acaba impactando o consumo mundial

- Fechando fronteiras entre países
- Envios de produtos bloqueados
- Países mais receosos diante desta “crise”

E diante destes fatores o consumo também diminui.

Empresas de commodities (termo empregado para designar produtos de escala global, cujo grau baixo, ou mesmo inexistente, de industrialização permite que sejam utilizados como matéria-prima, ex: açúcar, café, água, energia, moedas, minérios, entre outros) estão mais sensíveis quanto a situação das bolsas de valores mundiais.

Em casos como o da Vale, que é exportadora e Petrobras que possui um consumo atrelado a variação do preço do petróleo, são grandemente afetadas no curto prazo e por isso o grande impacto nos preços dos seus ativos.

E até onde pode chegar esse impacto?

Neste momento não é possível definir o impacto, mas levando em conta que o coronavírus possui alguns impactos estruturais e financeiros a curto prazo, durante o processo é possível que empresas mais sensíveis criem uma crise ainda mais profunda do que esta do coronavírus.

Imagine:

Empresas mais sensíveis - quebrando - gerando efeito dominó - e aprofundando uma crise, complicando ainda mais o processo de operação no mundo todo, inclusive no Brasil.

O que é certo: esta volatilidade que vem ocorrendo no mercado por conta do coronavírus, não termina hoje e não vai terminar na próxima semana.

Devemos continuar com grande volatilidade no Brasil e no mundo e por isso é bom estar preparado com a carteira,

- Bem fundamentado,
- Estruturas bem consistentes
- E ativos bem correlacionados.

OBSERVAÇÃO:

Dependendo dos impactos de agora e dos próximos meses - pode demorar um pouco mais para recuperar seu dinheiro

DICA:

Vale e Petrobras são empresas sólidas e distribuem bons dividendos - acompanhe com base em suas estratégias de investimentos pontos como estes também!

Você teve alguma ação impactada com o coronavírus? Conta aqui nos comentários quais são elas!

Ainda com dúvidas? Nos mande um e-mail [email protected]

Descomplicando a Bolsa de Valores

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *