Open Nav

A PIOR semana da bolsa! com HENRIQUE BREDDA do Alaska Black

24/03/2020

A PIOR semana da bolsa! com HENRIQUE BREDDA do Alaska Black

O Coronavírus têm causado muito impacto na vida das pessoas ao redor do mundo. Nos EUA e na Europa (mais especificamente na Itália), os governos já começaram a tomar medidas mais severas com o intuito de conter a propagação do vírus.

Coronavírus:

Mas no mercado financeiro este impacto parece cada vez maior. Isto porque, até o momento, o que causa mais preocupação não é nem a taxa de mortalidade (relativamente baixa em relação a outras doenças) e sim o impacto na atividade econômica.

Empresas parando, pessoas deixando de sair na rua e a falta de demanda por produtos e serviços afetam negativamente a economia como um todo, e isto se reflete na bolsa e nos seus investimentos.

Aproveitando este cenário de queda na bolsa de valores, quatro circuit breakers em uma semana, crise do petróleo, pandemia do coronavírus, posicionamento dos EUA, política brasileira, medidas tomadas por países da Europa, entre outros, resolvemos bater um papo com um dos grandes gestores do mercado: Henrique Bredda.

Reconhecido por seu papel no mercado e sua gestora Alaska, Bredda CEO da instituição, contou sobre oportunidades de mercado na renda variável, impactos do bull market, aumento do dólar, correções nos preços, períodos de alta, eventos da economia, expectativa de mercado, lucro de empresas e muito mais!

Aproveite para conhecer os fundos da gestora Alaska e compará-los frente ao mercado e as opções da sua carteira de investimentos:

Alaska Black Institucional FIA.

Alaska black FIC FIA BDR nível I.

Após quatro circuit breakers todo o mercado financeiro foi afetado!

Circuit Breaker: Quando um índice apresenta uma desvalorização elevada, acima de 10% em um único dia, ocorre no mercado o chamado Circuit Breaker. É um termo importado da área elétrica para o mundo dos investimentos. Circuitos eletrônicos possuem um sistema denominado de Circuit Breaker, serve para proteger um sistema elétrico de eventuais “quebras” no circuito e estes problemas podem ocorrer através de descargas elétricas e afins.

Neste texto contamos ainda mais sobre este termo, confira: https://maisretorno.com/blog/termos/c...

Veremos um impacto negativo no mercado?

Segundo Bredda teremos um impacto negativo no PIB e em empresas neste e no próximo trimestre, mas os efeitos tem sido causados também por dois motivos: noticias e emoção do investidor.

A volatilidade traz algum desconforto para o investidor?

A resposta dada pelo CEO da Alaska é que segurar a emoção pode ser a melhor saída. Hoje o investidor visualiza (no caso dos fundos de investimentos) quanto estão pagando pelos ativos que o fundo possui.

E o papel do gestor é: venderemos pelo preço que o mercado quer pagar ou compramos por este preço?

Você já acompanha o nosso TELEGRAM? Clique aqui para ter acesso a todos os nossos conteúdos exclusivos: https://t.me/maisretorno

E você investe em ações: através de fundos ou propriamente ações? Conta aqui nos comentários!

Ainda com dúvidas? Nos mande um e-mail [email protected]

Descomplicando a Bolsa de Valores

Avalie esse texto e nos ajude a melhorar cada vez mais.

Leia também

Deixe seu comentário aqui

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Deixe seu e-mail e receba conteúdos antes de todo mundo.

100.000 investidores já fizeram isso!