Índices e Indicadores

Um dos índices mais utilizados como benchmark para vários fundos de inflação é o Índice de Mercado ANBIMA - Série B ou simplesmente IMA-B. No entanto, poucas pessoas sabem o que é esse índice ou qual a sua utilidade.

Com objetivo de ser uma referência oficial para o desempenho dos principais títulos públicos negociados no Brasil, a ANBIMA criou a família de índices IMA (Índice de Mercado ANBIMA), que se dividem em 4 grandes categorias.

Como você verá a seguir, esses índices são fundamentais não apenas para servir de balança para o desempenho dos fundos de inflação, mas também como para qualquer outro fundo que possua grande exposição em diferentes tipos de títulos públicos brasileiros.

O que é o IMA?

IMA-B

O IMA Geral é um índice baseado em uma carteira teórica composta por todos os títulos públicos negociados pelo Tesouro Nacional.

Você pode encontrar a composição de todas essas carteiras direto no site da ANBIMA por aqui.

Esse índice geral se divide em uma série de sub-categorias que indicam um indexador específico para cada título, de acordo com a tabela a seguir:

ima-b

Fonte: Anbima

Assim como apresentado no organograma acima, o índice se subdivide nessas 4 novas categorias.

Além delas, existe ainda o IMA-Geral ex-C é um índice que desconsidera os títulos indexados ao IGP-M.

As subcategorias formadas portanto tem a seguinte composição:

Caso queira saber mais sobre essa sopa de letrinhas e diferentes tipos de títulos públicos, existe um conteúdo bem completo no próprio site do tesouro nacional que você consegue acessar aqui.

Mas afinal, para que servem o IMA-B e os outros índices?

É claro que cada índice tem sua utilidade como benchmark para diferentes tipos de fundos, como o IMA-B para fundos de inflação ou o IRF-M para fundos de renda fixa em geral.

O importante mesmo é que você conheça a composição desses índices, para poder compreender o funcionamento do mercado em questão e saber o que esperar de cada um deles.

Já a metodologia de cálculo desses índices não é de extrema necessidade que se conheça, porém para quem quiser mesmo assim se aprofundar mais a ANBIMA disponibiliza o método de cálculo aqui.

Se você acha que mais pessoas podem se interessar por esse assunto, ajude-as a encontrar esse texto para que elas possam investir cada vez melhor.

Imagem do autor

Economista e empreendedor do mercado financeiro há mais de uma década, tem como objetivo compartilhar suas experiências e se conectar com outros investidores e entusiastas do mercado. É fundador do Mais Retorno e autor da série de livros "Investidor Especialista".

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Visualizar Comentários

O Que é CDI e Taxa DI? Aprenda de Forma Prática (e ganhe mais)!
Índices e Indicadores
Onde investir em 2019: saiba como aplicar seu dinheiro
Economia
Montando uma carteira com ativos industriais: INDX
Índices e Indicadores
Análise Fundamentalista: Principais indicadores para escolher a melhor ação
Finanças Pessoais
Veja mais Ver mais