O que é superávit comercial?

Balança comercial favorável ou superávit comercial são termos usados para indicar que o valor dos bens e serviços exportados por uma nação superou o valor dos bens e serviços importados. É o oposto de déficit comercial, termo econômico usado quando valor das importações supera o das exportações. 

Nesse caso, a balança comercial do país apresenta resultados positivos, de modo que aquela nação vendeu do que comprou de outros países.


Quais são os tipos de superávit?

Em um país, é possível identificar três tipos de superávits: o primário, o nominal e o comercial (do qual tratamos especificamente neste artigo!). Veja:

Superávit primário

Ocorre quando o país arrecada mais dinheiro do que gasta em infraestrutura e investimentos públicos em determinado período. Essa saldo exclui as despesas com juros da dívida pública. 

O superávit primário indica, portanto, que o país conseguiu captar recursos para quitar os juros dos títulos que emitiu. 

Superávit nominal

O chamado superávit nominal indica que a arrecadação superou as despesas, o que inclui os juros da dívida pública.

Isso significa que o país conseguiu pagar os juros da dívida e ainda reduzir o seu valor total. Ou seja, com o superávit nominal é possível investir em infraestrutura, saúde e educação ou reduzir impostos. Além disso, permite que o país emita títulos com juros reduzidos. 

Superávit comercial

Já o superávit comercial indica que o país exportou mais do que importou. Por exemplo, caso o Brasil exporte US$ 70 milhões e importe US$ 50 milhões em produtos e serviços no decorrer de um ano, o país teve um superávit comercial de US$ 20 milhões no período analisado. 

Qual o impacto econômico do superávit comercial?

Muitos economistas defendem que uma balança comercial positiva garante que o país gere empregos e um exiba um PIB positivo. No entanto, esse pensamento não é unânime - de fato, muitos estudiosos acreditam que a balança comercial não impacta diretamente sobre a expansão econômica de um país. 

Como Investir nos Melhores Fundos

O que é aceito por todos é que as exportações aumentam a arrecadação nacional, de modo que a nação passa a exibir uma posição de credor - o que tende a valorizar a moeda nacional.

Fatores que influenciam no superávit comercial

Diversos fatores contribuem para que a balança comercial de um país seja positiva. Entre eles, vale destacar: 

Superávits x déficits comerciais

Países como Alemanha e Japão costumam registrar superávits comerciais com bastante frequência. Nesses países a produção interna é suficiente para abastecer todo o país sem que haja a necessidade de aumentar o volume de importações drasticamente. 

Já os Estados Unidos e o Reino Unido, em geral, apresentam déficits comerciais mais elevados.

De fato, a correlação estabelecida aqui para diferenciar esses países é entre a taxa de poupança (isto é, quanto as pessoas daquele país tendem a poupar todos os anos) e o consumo, o que faz sentido: quando a população poupa pouco e consome muito, muitas vezes isso excede a capacidade produtiva do país e eleva as importações.

Já o Brasil se destaca como país exportador, sobretudo de matérias-primas como celulose e minério de ferro. No entanto, o país precisa importar produtos tecnológicos como smartphones e computadores. 

Analisar os resultados da balança comercial permite entender como determinado país irá se comportar nos próximos anos e assim escolher quais investimentos devem ser priorizados em determinado período. 

Caso se verifique superávit, o ideal é investir em empresas exportadoras, ou seja, em negócios que permanecerão em alta nos próximos anos. 

Descomplicando a Bolsa de Valores

Termo do dia

LTN – Letra do Tesouro Nacional

O que é LTN? As LTNs nada mais são do que as letras do Tesouro Nacional. Isso mesmo, estamos falando de papéis que possuem o lastro…

Veja outros termos