Open Nav

Sinistralidade

O que é sinistralidade?

A sinistralidade é um indicador muito empregado para avaliação de desempenho operacional por parte de empresas seguradoras. Ele demonstra a relação entre custos dos serviços garantidos aos seus clientes e valores recebidos pela contratação do plano.

É o caso, principalmente, dos planos de saúde — um benefícios tradicionalmente oferecido por diversos modelos de empresas aos seus colaboradores. No entanto, vale reforçar que qualquer tipo de seguro pode ter esse índice verificado. Ele se aplica, portanto, ao seguro de automóveis, de vida e demais formatos.

A principal questão sobre um seguro é que ele envolve custos para as duas partes. Para a seguradora, ela precisará cobrir gastos com o serviço oferecido quando acionado pelo contratante. Para o cliente, honrar as mensalidades para ter maior tranquilidade em resolver eventuais problemas dentro do seu cotidiano.

Neste cenário, é fundamental que a seguradora acompanhe a sinistralidade para garantir que a sua operação seja lucrativa. Caso os custos estejam consumindo valores acima da média sobre a sua receita, isso pode ser um problema para o longo prazo.


Como calcular a sinistralidade?

 

Como já vimos, a sinistralidade traz a relação entre os custos pelo uso de um serviço de seguro (como gastos médicos ou com oficinas mecânicas, por exemplo) e os recebimentos que a empresa de seguro recebe pelos seus contrato vigentes.

Para que você entenda melhor, vamos considerar um plano médico. Toda vez que um segurado precisa usar dos serviços médicos, a empresa seguradora precisa registrar a ocorrência por meio de um sinistro. A soma de todos os sinistros vai equivaler ao gasto total com as operações realizadas no período.

Em suma, a sinistralidade mostra quanto da receita do negócio com os prêmios dos contratos é consumida pelos seus clientes finais. A fórmula para esse cálculo é a seguinte:

Sinistralidade = Sinistro / Prêmio pago

Suponha, apenas para fins de exemplo, que uma seguradora receba R$ 1 milhão por mês em prêmios, mas que a soma dos custos com os sinistros tenha totalizado R$ 700 mil em um determinado mês. Com base nesses dados, podemos calcular a sinistralidade:

Sinistralidade = 700.000 / 1.000.000 = 0,7 = 70%.

Como avaliar a sinistralidade?

Assim como todo indicador, a sinistralidade não deve ser avaliada de maneira isolada. Esse é um hábito, afinal, que pode gerar algumas conclusões precipitadas. No entanto, não deixa de ser uma ferramenta importante de avaliação de desempenho do negócio.

No exemplo anterior que acabamos de montar, o indicador apontou para 70%. Em outras palavras, isso significa que a cada R$ 100,00 acumulados em prêmios contratuais, essa nossa empresa de seguros precisou descontar R$ 70,00 para o pagamento de despesas relacionadas ao serviço oferecido.

Desta forma, podemos concluir que quanto menor o indicador, melhor para a empresa seguradora. Isso significa que uma maior parte da sua receita sobrará em relação aos custos gerais.

Ainda assim, o valor ideal é relativo e pode variar de empresa para empresa. Nos momentos em que o indicador esteja muito elevado, pode ser autorizada a cobrança de um reajuste no preço do plano de saúde por parte do órgão regulador do segmento.

Como melhorar a sinistralidade?

Por estar diretamente ligado à eficiência operacional de uma seguradora, a sinistralidade precisa ser acompanhada de perto pelos gestores do negócio.

Em momento que o índice esteja acima do valor considerado como ideal pela companhia, algumas ações são necessárias já que nem sempre o reajuste é viável e, ainda que seja, existem riscos como o aumento da inadimplência por parte dos clientes.

A maior parte das ações nesse sentido está para a conscientização dos beneficiários. Usuários de planos de saúde podem ter uma maior quantidade de consultas de rotina. Já em planos de automóveis, os clientes podem receber materiais educativos sobre consciência no trânsito.

Enfim, são algumas medidas simples que podem contribuir com a redução dos custos operacionais do plano contratado. Como consequência, a seguradora consegue reduzir a sinistralidade e, o que é ainda melhor, aumentar o seu lucro.

Descomplicando a Bolsa de Valores

Avalie esse texto e nos ajude a melhorar cada vez mais.

Nos ajude a melhorar o conteúdo desse texto! Envie um complemento ou correção por aqui para deixar esse conteúdo ainda melhor. Seu nome pode ser citado como revisor desse conteúdo com a sua permissão! ;)

Envie sua sugestão


Conheça também os termos relacionados