O que é Serviço da Dívida?

Serviço da Dívida é um outro termo usado para se referir aos juros  de uma dívida. Ele equivale ao valor que o banco ou outro credor cobra, adicionalmente ao valor principal da dívida, como remuneração financeira. 

Como Investir nos Melhores Fundos

Entendendo o Serviço da Dívida

Quando uma pessoa faz um empréstimo, ela contrai uma dívida. Essa dívida se divide em duas partes; a primeira é o principal, o valor que ela pediu de empréstimo, e a segunda são os juros, a remuneração de quem empresta o dinheiro.

Imagine, por exemplo, que Pedro vai até um banco para pegar um empréstimo de R$5.000,00. Ele contrai, portanto, uma dívida. No entanto, essa dívida não se limita ao dinheiro que ele pegou emprestado; também será preciso pagar juros. Vamos dizer que a instituição financeira está cobrando uma taxa de 15%, que equivale a R$525,00 considerando o principal. 

Portanto, a dívida de Pedro com o banco é agora de R$ 5.525,00. Desse total, R$ 5.000,00 corresponde ao principal e R$ 525,00 corresponde ao serviço da dívida.

Esse exemplo trabalha com uma dívida ligada a um empréstimo, mas esse não é o único tipo de situação em que podemos falar de serviço da dívida. Veja outro exemplo em que isso é possível.

Imagine que Antônio vai a uma concessionária comprar um veículo. O modelo que ele escolhe custa R$40.000,00 à vista. Porém, Antônio vai levar o carro para casa pagando à prazo.

Em outras palavras, a concessionária vai “adiantar” a mercadoria para Antônio, enquanto o pagamento pelo automóvel só vai chegar depois. Por isso, além do preço à vista, também serão cobrados juros de 25% do principal - que inicialmente corresponde a R$10.000,00. 

Nesse caso, a dívida de Antônio é de R$55.000,00. Desse total, R$40.000,00 corresponde ao principal e R$15.000,00 corresponde ao serviço da dívida.

O serviço da dívida não é simplesmente um valor que o credor cobra para ter lucro. É uma remuneração, sim, mas trata-se também de uma compensação pelo risco.

Quando o banco empresta dinheiro para Pedro, está assumindo o risco de que Pedro não devolva, ou devolva com atraso. Quando a concessionária vende um veículo para Antônio a prazo, está assumindo o risco de que Antônio não pague as prestações, ou pague atrasadas. Então, o serviço da dívida – isto é, os juros – é a compensação desses riscos.

Em quais situações falamos em serviço da dívida?

Em geral, o termo serviço da dívida não é tão usado quando falamos de finanças pessoais ou corporativas. No caso de dívidas de pessoas físicas ou de empresas, falamos mais em juros.

O contexto em que o termo serviço da dívida é mais usado é no caso das finanças públicas. Por exemplo, para discutir o pagamento dos juros da dívida externa brasileira, fala-se em serviço da dívida externa da União.

Essencialmente, o conceito é o mesmo, independentemente de quem seja o devedor: uma pessoa, uma empresa ou um país. O uso da nomenclatura é apenas uma questão formal, de costumes.

O que é o serviço da dívida a pagar?

O serviço da dívida a pagar é o quanto ainda falta pagar do total de juros de uma dívida. Para entender melhor, vamos usar um exemplo.

Suponha que José tem uma dívida de R$ 1.000,00 com juros de R$ 500,00. Essa dívida foi parcelada em 5 vezes iguais. A cada parcela, então, José paga R$ 300,00 – equivalendo a R$ 200,00 de amortização do principal e R$ 100,00 de serviço da dívida. 

Nesse caso, depois que José pagar as duas primeiras parcelas, ele ainda terá R$ 600,00 do principal a amortizar e R$ 300,00 do serviço da dívida a pagar.

Descomplicando a Bolsa de Valores

Termo do dia

Backtest

O que é Backtest? Também chamado de backtesting, o backtest é um tipo de teste que se faz usando dados históricos relevantes, a fim de prever…