Open Nav Logo Mais Retorno

SaaS – Software as a Service

Avalie este post

O que é o Software as a Service (SaaS)?

É chamado de Software as a Service (ou SaaS, sigla para o termo que, no Brasil, pode ser traduzido como software como um serviço, software sob demanda ou software hospedado) um tipo de comercialização de software, focado em oferecê-lo como um serviço aos consumidores.

Isso significa que quem opta por desfrutar desse bem não está comprando o produto propriamente dito, mas o direito de utilizá-lo durante o período de vigência do contrato ou assinatura.

Em geral, o termo é empregado sobretudo nas soluções empresariais, enquanto o uso pessoal do SaaS ainda não é reconhecido por esse nome. À título de curiosidade, alguns dos itens digitais usados por milhões de pessoas e que compõem essa categoria são: Dropbox, Google Drive, Netflix e Paypal.

Isto é, a popularidade desse tipo de serviço é inegável. Entre os grandes motivos para tanto é a facilidade de acesso oferecida pelas companhias que os fornecem: não há necessidade de se baixar ou instalar nenhum programa, podendo fazer login em sua conta de praticamente qualquer dispositivo móvel (celular, computador, tablet…).

O consumidor, desde que esteja conectado, tem contato ininterrupto com o serviço, sem precisar ser um gênio de informática para isso e contando com o suporte dos fornecedores.

Como o Software as a Service funciona?

O SaaS fornece soluções em diversas áreas: desde a gestão da base de clientes de uma companhia (através do CRM) até a disseminação de conteúdo musical (como faz o Spotify e o Deezer, por exemplo).

Nas empresas, eles são ainda mais venerados por diminuírem as suas despesas com TI, em todos os departamentos da organização (como veremos na próxima seção, ao tratarmos a respeito das vantagens do SaaS).

Em suma, um SaaS conta com as seguintes características:

  • A responsabilidade do fornecedor vai desde a estruturação dos dados até a garantia da segurança dos mesmos e a prestação de suporte técnico especializado para a resolução de eventuais problemas nas plataformas;
  • Não há a necessidade de se baixar qualquer programa, assim como não há licença de compra do produto;
  • O acesso pode ser feito por meio de um site ou aplicativo;
  • A cobrança é feita por meio de uma mensalidade ou anuidade, cobrada até que o contrato seja rescindido.

Quais são as vantagens e as desvantagens de se adotar um Software as a Service?

Muitas são as vantagens atreladas a contratação de um serviço de SaaS. Entre os principais deles estão:

  • Baixa exigência de conhecimento tecnológico: você não precisa ser um programador para entender como os filmes da Netflix rodam perfeitamente no seu computador. Garantir que isso ocorra, como você já sabe, é uma responsabilidade exclusiva do fornecedor;
  • Baixa demanda de equipes especializadas: companhias que dependem de uma ampla equipe de TI têm ciência do alto grau de despesas geradas por esse departamento. SaaS não costumam, entretanto, eliminar esse setor da empresa: o que fazem é diminuir a sua demanda, facilitando a contratação de um grupo mais enxuto (em especial para pequenos e médios negócios);
  • Baixo custo de manutenção: desenvolver o seu próprio software é um trabalho custoso, independentemente do tamanho da companhia. Ao ajudar até mesmo às pessoas comuns, o SaaS substituí os números custos de manutenção e de instalação, além de outras taxas, por mensalidades e anuidades fixas;
  • Facilmente acessado: para usufruir do serviços basta que o cliente tenha acesso à rede;
  • Em muitos casos, é personalizável: os fornecedores de SaaS já veiculam versões que permitem ao cliente integrar todo o seu sistema tecnológico ao provedor, atendendo às suas demandas específicas e aos produtos já desenvolvidos.

Avalie esse texto e nos ajude a melhorar cada vez mais.

Avalie este post
Nos ajude a melhorar o conteúdo desse texto! Envie um complemento ou correção por aqui para deixar esse conteúdo ainda melhor. Seu nome pode ser citado como revisor desse conteúdo com a sua permissão! ;)

Envie sua sugestão