Open Nav Logo Mais Retorno

Risco Moral

O que é Risco Moral?

O Risco Moral é um termo que se refere à possibilidade de um agente econômico mudar o seu comportamento atual devido a algum estímulo, levando sempre em consideração os diferentes contextos nos quais se encontram as transações econômicas.

Ou seja, o Risco Moral é um fator que se encontra diretamente ligado a informação assimétrica, uma situação na qual uma parte da transação possui mais informações ou informações mais seguras do que a parte opositora.

Caso os interesses da parte principal não estejam devidamente alinhados, é possível que ele acabe agindo segundo uma diretriz inapropriada, conforme seus próprios interesses.

Bons exemplos de Riscos Morais ocorrem diariamente na contratação de Seguros e na admissão de novos funcionários em uma empresa que se encontra expandindo sua equipe.

As seguradoras não tem como monitorar 24h por dia o comportamento dos clientes que adquiriram o serviço, assim como as empresas não conseguem monitorar os funcionários que são admitidos. Por isso, ambas as atividades apresentam um risco moral.

Antes da contratação, é natural que o empregador não tenha informações seguras a respeito da qualidade atual ou ética do funcionário. Mesmo que o profissional apresente um portfólio incrível, nada garante que ele ainda é capaz de entregar projetos bem feitos.

Em ambos os casos, somente após consolidar uma relação será possível ter um histórico confiável para saber se vale a pena ou não continuar.


Como lidar com o Risco Moral?

Talvez você ainda esteja pensando: “O fato de o Risco Moral existir é um motivo para que você deixe de seguir adiante com seus projetos pessoais e profissionais?”

Não. Contudo, sabendo que a presença do Risco Moral é uma realidade, o ideal é que você procure meios viáveis de fazer com que o risco seja minimizado. Por exemplo, na contratação de um funcionário, o que a empresa pode fazer para diminuir esse risco?

O recomendável é que essa empresa, além de pedir recomendações de trabalhos antigos e de realizar uma boa entrevista com o candidato, aplique um teste de habilidade.

Através deste teste, o profissional poderá mostrar se realmente é capaz de cumprir com as exigências que a empresa solicitará.

Em resumo, a melhor forma de lidar com o Risco Moral, é encontrando métodos alternativos para diminuir a sua presença nas atividades. Infelizmente, não há como eliminá-lo totalmente.

O Risco Moral tem alguma vantagem?

Devido a presença do Risco Moral nas atividades que mencionei acima, acaba sendo exigido que tanto a empresa quanto o funcionário se preparem fortemente para minimizar a sua presença. E por conta desse esforço a mais, ambos conseguem melhorar suas atividades.

Ou seja, podemos considerar que o Risco Moral é um catalisador eficiente, capaz de estimular as pessoas a buscarem soluções alternativas para obter uma assertividade cada vez maior.

Essa sem dúvida alguma seria a maior vantagem do Risco Moral.

Qual é a maior desvantagem do Risco Moral?

A grande desvantagem do Risco Moral é o fato de que, uma vez que ele é ignorado, custos podem ser gerados, podendo inclusive prejudicar o faturamento de uma empresa.

Ignorar o esse risco não é uma opção inteligente. O ideal é encontrar um meio viável de tomar iniciativas, levando em consideração as características do Risco Moral que a situação apresenta.

O Risco Moral é uma atividade presente no dia a dia de qualquer corporação ou empresa e, por isso, é necessário encontrar um meio viável de lidar com ele.

Não desconsidere sua existência, pois as consequências desse ato podem ser fatais para os negócios e para a boa experiência de seus clientes sem sombra de dúvida.

Avalie esse texto e nos ajude a melhorar cada vez mais.

Nos ajude a melhorar o conteúdo desse texto! Envie um complemento ou correção por aqui para deixar esse conteúdo ainda melhor. Seu nome pode ser citado como revisor desse conteúdo com a sua permissão! ;)

Envie sua sugestão