Última modificação em 1 de dezembro de 2020

O que é Relações Públicas?

Relações Públicas é um processo estratégico de comunicação que tem como objetivo construir relações de benefício mútuo entre as empresas e seu público. É também uma forma de organizar toda e qualquer relação e processos de troca entre eles, o que gera benefício para ambas as partes.

As organizações conseguem se beneficiar à medida em que transmitem sua mensagem e geram percepção positiva tanto dos seus serviços quanto como marca. Já o seu público consegue ter uma visão mais abrangente e transparente sobre elas, além de terem mais oportunidade de cobrá-las pelos seus posicionamentos feitos e pelos serviços prestados.

Como surgiram as Relações Públicas?

A história das Relações Públicas como todos conhecemos começou nos Estados Unidos em 1906. Alguns anos antes, em 1882, um empresário responsável pelo desenvolvimento de um novo trem expresso no país chamado William H. Vanderbilt pronunciou a famosa expressão “O público que se dane” e, o que na época soou como catastrófico, deu origem à RP.

Foi por conta do contexto da insatisfação generalizada dos trabalhadores com os grandes monopólios que o jornalista Ivy Lee, considerado como o precursor das Relações Públicas em todo o mundo, percebeu a necessidade de melhorar a imagem das empresas junto ao público. Logo, já não cabia mais a história de se lixar para a opinião do povo.

No Brasil, quem introduziu o conceito foi Eduardo Pinheiro Lobo. Ele foi o responsável pelo primeiro serviço de atendimento à imprensa e ao público da empresa onde trabalhou em 1914. Naquele ano, diversas notícias foram publicadas por ele para informar a população sobre a crise elétrica e para conscientizar a população sobre redução de energia. O resultado foi um sucesso para a instituição, visto que ela não foi condenada pelo ocorrido.

Quais as diferenças entre Relações Públicas e publicidade?

Pode-se dizer, resumidamente, que a publicidade é uma mídia paga enquanto as Relações Públicas são uma mídia conquistada. Isso significa que um profissional da área de RP vai convencer a mídia em geral a escrever uma história positiva sobre o cliente gerenciado — seja ele uma empresa, uma pessoa pública, uma marca ou até mesmo um problema específico.

Qualquer estratégia utilizada pela RP aparecerá na seção editorial da mídia — site, canais de TV, jornal ou revistas — e não na seção de mídia paga, onde aparecem as propagandas e qualquer tipo de publicidade paga. Dessa forma, a história tem mais credibilidade, uma vez que foi verificada de forma independente por uma terceira parte confiável ao invés de ser comprada.

Outra grande diferença é que, como é do interesse da publicidade vender cada vez mais anúncios, ela fala o que o cliente quer ouvir. Os profissionais de Relações Públicas, por sua vez, por precisarem lidar com situações estressantes, crises, aprimoramento de imagem e, geralmente, criação de relacionamentos a longo prazo — já que a história do cliente precisa ser aceita por outras pessoas ou outros canais antes de obter reconhecimento — dizem exatamente o que ele necessita ouvir, por mais difícil que seja.

O que faz um Relações Públicas?

Uma das maiores dificuldades em explicar exatamente o que é e o que faz um Relações Públicas é pelo fato de que a profissão e o profissional têm o mesmo nome. Partindo disso, quem trabalha nessa área desenvolve algumas ações específicas para auxiliar empresas e qualquer pessoa que precise dos seus serviços.

Além de cuidar da imagem da empresa e aumentar a percepção e visibilidade da marca no mercado, o profissional de Relações Públicas também pode ser o responsável por cuidar de toda a parte da comunicação interna da instituição para garantir mais integração entre os setores e auxilia na comunicação com o público, já que lida com comentários, críticas e opiniões relacionadas à marca em qualquer um dos canais de contato.

Outro ponto importante em que um Relações Públicas pode ajudar é no gerenciamento de crise. Pode ser um escândalo envolvendo a marca — pessoal ou empresarial —, uma catástrofe ou até mesmo a disseminação de fake news. Gerenciar esses tipos de situação exige muito jogo de cintura, além de ética e muita transparência. Por isso, é sempre melhor contar com um profissional qualificado para lidar com esses assuntos.

Termo do dia

STVM (Solicitação de Transferência de Valores Mobiliários)

O que é a STVM? STVM (Solicitação de Transferência de Valores Mobiliários) permite que um investidor transfira seus investimentos de um banco para uma corretora – ou, então, de…