Open Nav Logo Mais Retorno

Receita Líquida

O que é Receita Líquida?

A Receita Líquida é o resultado da subtração da receita bruta contra as deduções da receita. Ao fazer esse cálculo, o resultado é a receita líquida da empresa.

Os valores da receita bruta são referentes às vendas de produtos e serviços prestados pela empresa.

Para que o faturamento seja considerado como vendas e serviços da empresa, ele deve estar ligado com a atividade fim da firma. Ou seja, não estamos falando de receitas financeiras ou oriundas de outros segmentos que não envolvam com a atividade principal da empresa.

As deduções por sua vez, são os valores referentes aos impostos sobre vendas, que aqui podem ser descritos, como o:

  • PIS;
  • COFINS;
  • ICMS;
  • IPI.

Existem ainda outros impostos que podem entrar nas deduções, embora esses sejam os mais comuns.

As devoluções também são consideradas no grupo das deduções. Sendo assim, quando tratamos de deduções nos referimos aos impostos sobre as vendas mais as devoluções.

Outras contas também podem ser consideradas, embora o mais comum seja ver as contas mencionadas acima.


Para que serve a Receita Líquida?

A receita líquida é mais um indicador muito importante utilizado pela empresa, pela contabilidade e por qualquer outra firma ou pessoa interessada.

O interesse nesse indicador, é identificar qual é a receita total que entra para o caixa da empresa. Como praticamente todas as atividades que geram algum tipo de receita acabam gerando impostos, a receita bruta não é um valor “limpo”.

Inclusive, para os investidores a receita líquida costuma ser um indicador mais interessante que a receita bruta.

Até mesmo em sites de análises de balanços de empresas, é comum que as DREs (Demonstrações do Resultado do Exercício) iniciem pela receita líquida. Ou seja, não há nem a indicação da receita bruta em tais relatórios.

A receita líquida é um resultado que aparece logo após as deduções e, tecnicamente, fica localizado na parte superior do DRE.

Tanto a empresa quanto a contabilidade podem utilizar os valores da receita líquida para confeccionar outros relatórios e para análise dos números dela.

Receita Líquida e Margem EBTIDA

Um dos indicadores que utilizam a receita líquida como base, é a Margem EBITDA. Através dessa margem, o gestor da empresa ou pessoa interessada consegue identificar o resultado de lucratividade operacional da firma.

Portanto, estamos falando de uma métrica utilizada para determinar qual é o resultado operacional, sem levar em consideração resultados financeiros e demais itens não operacionais.

O cálculo para alcançar a margem EBITDA é bem simples:

Margem EBITDA = Lucro antes dos impostos e resultados financeiros (EBTIDA)/Receita Líquida

Colocando essa fórmula em prática, imagine o seguinte exemplo: suponha que uma empresa X possua uma receita líquida de R$ 100.000,00 e que o EBTIDA dela fosse de R$ 40.000.00. Colocando esses dados na fórmula da Margem EBTIDA temos o seguinte resultado:

Margem EBTIDA =40.000,00/100.000,00 = 40%

Em termos práticos, isso quer dizer que essa empresa consegue manter 40% de suas receitas líquidas após subtrair todos os valores referentes às despesas e custos operacionais.

Além da Margem EBITDA, a Receita Líquida também é utilizada para calcular outros tipos de múltiplos como a Margem Líquida, por exemplo.

Avalie esse texto e nos ajude a melhorar cada vez mais.

Nos ajude a melhorar o conteúdo desse texto! Envie um complemento ou correção por aqui para deixar esse conteúdo ainda melhor. Seu nome pode ser citado como revisor desse conteúdo com a sua permissão! ;)

Envie sua sugestão


Conheça também os termos relacionados